Gauge investe em solução preditiva proprietária para evitar crise nos clientes e contribuir na reputação das marcas

11 de Maio de 2022 por Stefanini

Empresa do grupo Stefanini prioriza a inteligência de dados para orientar os negócios dos clientes e cresce 60%

Ninguém mais questiona que os dados sejam fundamentais para os negócios. Eles são essenciais para a geração de insights que serão convertidos em estratégias. Se antes essas informações estavam muito centradas nas áreas de tecnologia, hoje devem ficar cada vez mais próximas das áreas de negócios. Embora a maioria dos C-Levels saiba da importância do uso dos dados, muitos ainda enfrentam o desafio de tratar o grande volume de informações, mas, principalmente, de como transformá-las em insights acionáveis e ações concretas para capturar valor junto ao consumidor, antecipando seus desejos e anseios.

É justamente aqui que a Gauge, empresa do Grupo Stefanini focada em tecnologia e consultoria de performance digital e experiência do usuário, pode auxiliar as marcas de diversos segmentos que buscam crescer, otimizar resultados de marketing e negócios, melhorar a experiência dos clientes de ponta a ponta, estruturar dados, diagnosticar gaps na jornada ou na operação de marketing, desenvolver novos produtos e serviços digitais, além de atuar em novos nichos e mitigar riscos em um mercado volátil.

De acordo com Felipe Rodriguez, diretor de Operações e Atendimento na Gauge, a empresa, que cresceu 60% em receita no ano passado e 70% em sua base de clientes se comparado com 2020, desenvolveu uma solução própria de predição, que auxilia no monitoramento de conversas em redes sociais e outros canais. O objetivo é se antecipar a qualquer possibilidade de crise, auxiliando o cliente na definição de uma estratégia antes mesmo do problema acontecer.

“Sabemos do impacto que uma crise pode provocar na reputação de uma marca. Por isso, utilizamos nossa cultura baseada em dados e com foco no cliente para oferecer esta solução proprietária a um dos maiores bancos brasileiros, que transformou entregas reativas e operacionais em uma atuação preditiva e proativa, evitando que crises de balanço respingassem na estratégia do cliente”, explica Perla Amabile, diretora de Brand Experience na Gauge. Segundo a executiva, empresas de outros segmentos também estão aderindo à nova solução, que reforça o novo posicionamento da empresa como um parceiro de evolução, que utiliza a cultura data-driven e business centric para se antecipar às necessidades de seus clientes.

Atualmente, a Gauge conta com estratégias e soluções de aumento de performance e otimização das operações do cliente com recomendações de UX, data, estratégia e tecnologia. Atua em projetos transformacionais que contribuem para elevar o grau de maturidade digital das empresas, como é o caso da Fujifim.

Com apoio da Gauge, a multinacional japonesa embarcou em um processo de transformação digital e cultural para dinamizar gestão, automatizar processos e alavancar inovações. O processo de avaliação, iniciado pela área comercial, conquistou um alcance maior. Partindo das dores de colaboradores e clientes, esse processo de transformação digital, muito mais que a adoção de tecnologias, também implica numa mudança de cultura organizacional, em que os profissionais da Fujifilm serão estimulados a buscar maior autonomia no dia a dia de trabalho, estabelecer um vínculo "ownership” com a empresa, o chamado “sentimento de dono”, identificar gargalos no próprio trabalho e no atendimento aos clientes, além de trabalhar em equipe para solucioná-los.

“Provocamos evoluções que agregam valor aos negócios dos clientes, contribuindo no aumento de receita, na geração de novas experiências, satisfação do consumidor e reputação. Embora sejamos uma empresa data-driven, acreditamos que os dados não podem ser frios, mas utilizados de forma a aquecer os negócios e as relações das marcas com seus públicos-alvo”, complementa Guilherme Stefanini, CEO da Gauge e Managing Partner da Haus, plataforma de marketing digital do Grupo Stefanini.

Geração de resultados

Numa empresa do setor de serviços de aluguéis de carros, a Gauge realizou a ativação, diagnóstico e mensuração de mídia nas principais plataformas. Em apenas três meses de operação, houve um incremento de 11% na geração de leads e de 6% no custo por lead (CPL).

Já em uma das principais operadoras de Telecom, a agência-consultoria implementou soluções de Analytics para coletar dados, otimizar processos e desenvolver dashboards, que permitiram, a partir do cruzamento e análise das informações, gerar insights de negócios. A atuação possibilitou à operadora reduzir 17% de perda de receita dos produtos priorizados no trabalho.

“Muitas vezes, somos contratados para realizar o diagnóstico de uma área e avançamos com ideias e soluções para toda a organização. Ao unir marketing, ciência e tecnologia, nosso principal objetivo é provocar evoluções que gerem valor para as pessoas e ajudem os clientes a crescer e inovar na nova economia”, complementa Felipe Rodriguez, que prevê um crescimento de 55% para a Gauge em 2022.

Sobre a Gauge

 

Muito mais que uma consultoria digital, a Gauge é a parceira estratégica indicada para todas as marcas que buscam inovar e criar valor em suas relações com os consumidores. Para isso, trabalha na intersecção do marketing e da tecnologia, usando a inteligência dos dados para potencializar negócios, conectar pessoas e criar experiências. 

Compartilhe:
Veja mais sobre stefanini_gauge marketing

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas