Panorama e tendências da Transformação Digital no Brasil

02 de Abril de 2020 por Stefanini

Qual o grau de maturidade das empresas brasileiras na adoção de soluções digitais? Há, realmente, uma migração gradual para dessas companhias para o mundo digital? Você terá essas e outras respostas no conteúdo do webinar promovido pela Stefanini, em parceria com o ISG, e que acaba de ser disponibilizado aqui. O renomado analista Pedro Bicudo, um dos autores do ISG Provider Lens ™ Digital Business – Solutions and Service Partners, destaca como os projetos integrados de Inteligência Artificial (IA), Machine Learning, Design Thinking e metodologias ágeis estão fazendo toda a diferença no mundo dos negócios.

Bicudo detalha o atual Panorama e Tendências da Transformação Digital no Brasil e aponta como a digitalização se tornou uma grande oportunidade em vários segmentos. O estudo do ISG reforça que a transformação digital se baseia em três pilares: experiência do cliente ou usuário, agilidade – o negócio digital precisa responder rapidamente às transformações do mercado – e capacidade de fazer a gestão eficiente dos dados para gerar novos negócios.

O conteúdo lista os principais insights do estudo que qualificou 26 empresas em quatro quadrantes Customer Journey Services (serviços relacionados à jornada do cliente), Digital Product Lifecycle Services (ciclo de vida do produto), Blockchain Services (serviços de Blockchain) e Digital Backbone Managed Services (serviços gerenciados de Backbone Digital). A Stefanini figura como líder nos três primeiros e como Market Challenger no último, o que reforça seu compromisso no desenvolvimento de um ecossistema digital para auxiliar seus clientes no processo de transformação contínua, tanto do ponto de vista cultural quanto tecnológico.

Os resultados desta edição do estudo ISG mostram que as companhias estão mais maduras na adoção de soluções digitais e dispostas a atuar com parceiros qualificados.

Por fim, vale destacar os principais pontos da transformação digital vistos sob a ótica da TI:

  • A jornada do cliente direciona os processos de negócio.
  • Empresas de serviços (outsourcing) são as principais fontes de recursos humanos.
  • Automação, RPA e Inteligência Artificial são ferramentas para digitalização.
  • Ciclos de lançamentos e atualizações de produtos a cada quatro semanas.
  • Agilidade não se limita ao software; é requisito básico para a empresa digital.
  • Software está no núcleo; é o centro de uma operação digital
  • Blockchain não é disruptiva e precisa ser desmistificada para uso efetivo em negócios.

Quer saber mais! Confira todo o conteúdo, que está disponível aqui

Compartilhe:
Veja mais sobre

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas