Virtual Agile Teams: por que e como usar para guiar times remotos?

21 de Julho de 2020 por Stefanini

Recentemente, o trabalho remoto ganhou bastante visibilidade nos mais diversos segmentos do mercado. Ao mesmo tempo que esse aspecto é positivo, levanta uma série de questões a respeito dos desafios do Virtual Agile Teams, isto é, das equipes que realizam as funções da empresa no ambiente digital.

Dado o contexto, é importante ressaltar que existem diversos obstáculos a serem enfrentados, tais como a mudança na cultura empresarial, as questões pertinentes a distância geográfica, a comunicação entre os colaboradores e até mesmo o controle da produtividade pelos gestores.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo para que você saiba a importância de implementar boas práticas de Virtual Agile Teams a fim de guiar seus times remotos. Continue a leitura e confira!

O que são metodologias ágeis?

Antes de abordarmos as ferramentas de digital workplace que podem auxiliar o trabalho das equipes remotas, é importante que você entenda o que são metodologias ágeis. Pois bem, o termo surgiu no segmento de TI, especificamente dentro do desenvolvimento de softwares e produtos virtuais — em que é muito comum lidar com prazos estabelecidos e exigências claras.

As metodologias ágeis, nesse sentido, são um conjunto de práticas que têm como finalidade fazer com que as atividades sejam executadas de maneira alinhada e, dessa forma, a fluidez do trabalho seja garantida, assim como o sucesso do projeto.

Enquanto os modelos de gestão de projetos tradicionais têm ciclos de desenvolvimento mais longos, as metodologias ágeis visam encurtar o processo. Esses ciclos menores, por sua vez, focam na boa definição de prioridades, prazos de entrega precisos, feedback constante e alinhamento de expectativas.

Para isso, existem variados conceitos para otimizar o Virtual Agile Teams, como Lean, Kanban e Scrum, unidos às boas práticas de design thinking — a arte de integrar habilidades, ideias e mentalidades inovadoras para resolver problemas e promover o bem-estar e o sucesso da equipe.

Como trabalhar de forma efetiva com equipes remotas?

À medida que a tecnologia evolui e as demandas do mercado e o comportamento de consumo mudam, novas metodologias são desenvolvidas para que os fluxos de trabalho possam acompanhar o ritmo. Veja a seguir quais são os principais conceitos que ajudam a estruturar seu Virtual Agile Teams!

Scrum

Trata-se de uma das ferramentas mais utilizadas quando o assunto é implementar agilidade nos processos. O conceito de Scrum é bem intuitivo, desde que todas as funções e papéis de cada membro estejam devidamente definidos com clareza entre a equipe.

Sua aplicação necessita, em primeiro lugar, da existência de um Product Owner (PO), isto é, o “dono” do produto em questão. Todos os interesses do cliente final devem ser representados por esse profissional, de modo que se possa garantir que cada atividade executada no projeto tenha foco na satisfação do usuário após a entrega.

Assim, o PO deverá estabelecer as atividades e tarefas de acordo com a prioridade de execução, em especial a cada sprint (um intervalo de tempo curto), que tem foco definido para cada integrante do time.

Como dito, feedbacks são cruciais para que os objetivos sejam alinhados e isso se aplica em qualquer estratégia ou metodologia ágil. Ao final de cada sprint, então, é preciso realizar uma reunião. Dessa forma, todos os profissionais discutem o que foi feito, dificuldades enfrentadas, desafios e o que precisa ser priorizado ou refeito no próximo sprint.

Kanban

É difícil falar sobre Virtual Agile Teams sem mencionar a metodologia Kanban, que se tornou muito conhecida graças à difusão do aplicativo de gestão de projetos Trello — inspirado na técnica citada.

Com foco no gerenciamento visual das tarefas e na simplificação dos processos, a premissa do Kanban é criar um dashboard (virtual ou físico) que seja dividido em três diferentes colunas:

  • a fazer (to do) — todas as atividades que devem ser realizadas dentro de um determinado período;
  • em andamento (doing) — todas as tarefas que ainda estão em execução no presente momento;
  • feito (done) — todas as atividades que já foram validadas e entregues pelos membros da equipe.

Dada a autonomia que cada integrante do time tem nesse método, para mover as atividades entre as colunas, uma das grandes vantagens do Kanban é que todos podem acompanhar o desempenho do projeto em tempo real. Afinal, o andamento pode ser visualizado no quadro de atividades.

Lean

Foi a publicação do livro “The Lean Startup”, de Eric Ries, que impulsionou essa metodologia e a tornou conhecida. Seu foco é identificar os pontos que geram desperdícios de recursos e de tempo durante a execução de um projeto e, claro, eliminá-los.

Outro conceito que se alia ao Lean no gerenciamento de projetos é o Mínimo Produto Viável (MVP, de Minimum Viable Product). Aqui, a ideia é priorizar as maneiras mais simples, ágeis, funcionais e com menor custo para cumprir uma demanda.

Por isso, empresas que procuram melhorar seus processos ao lançar serviços ou produtos costumam aderir à metodologia Lean. Isso porque ela foca no que realmente agrega valor ao consumidor final, eliminando desperdícios e esforços supérfluos.

Como introduzir a metodologia ágil para guiar equipes virtuais?

Agora que você já tem uma noção mais ampla sobre Virtual Agile Teams e quais as melhores metodologias para auxiliar na execução de projetos, veja algumas práticas simples de introduzi-las e guiar as equipes no trabalho remoto:

  • escolha ferramentas, equipamentos e espaços de trabalho adequados;
  • esteja sempre presente para dar e receber feedbacks dos integrantes da equipe;
  • revise todas as abordagens de práticas ágeis;
  • utilize ferramentas do dashboard para sessões de planejamento e design de sprint;
  • comprometa-se com equipes realistas e tarefas individuais;
  • aumente o nível de documentação dos processos;
  • invista em endereçamento de dívidas técnicas, CI/CD e picos;
  • repasse as estratégias de implantação e reduza os riscos.

Qual o papel das ferramentas para auxiliar os times?

Não é preciso ser um especialista em TI para saber que, em um panorama altamente competitivo e modernizado como o atual, a presença de ferramentas tecnológicas — que agilizam o trabalho remoto ou presencial nas empresas — sequer pode ser mais considerada um diferencial para o negócio.

O fato é que as ferramentas citadas no decorrer do conteúdo têm um papel básico e indispensável na execução das atividades dos times, seja por automatizarem processos e agilizarem as tarefas, seja por facilitarem a comunicação e alinharem os objetivos. Portanto, quanto mais antenada em relação às tendências de tecnologia e inovação a empresa está, maior é o seu potencial para se tornar uma referência em seu nicho de atuação no mercado.

Como você conferiu até aqui, Virtual Agile Teams é um conceito que só pode ser colocado em prática com o trabalho em equipe bem gerenciado e com o suporte de ferramentas tecnológicas que permitam a execução de projetos com autonomia e planejamento.

As informações que abordamos neste conteúdo sobre trabalhar remotamente com as equipes foi útil? Então não deixe de assinar a nossa newsletter para receber todas as dicas, informativos e novidades diretamente em seu e-mail!

Compartilhe:
Veja mais sobre

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

O COVID-19 deixou claro que precisamos nos adaptar rapidamente à nossa nova realidade e com agilidade.

Saiba mais

Na era do COVID-19, a resiliência das empresas está sendo testada de maneiras nunca antes encontradas.

Saiba mais

Embora a resposta de cada setor ao COVID-19 tenha sido diferente, universalmente, os setores estão reformulando a maneira como fazem negócios por meio da interrupção digital.

Saiba mais

O impacto do COVID-19 criou uma situação em que a necessidade do local de trabalho digital é crucial, pois grande parte da força de trabalho está sendo acelerada para atuar como nômades digitais funcionais.

Saiba mais

O COVID-19 criou condições nunca antes vistas, introduzindo cenários em constante mudança.

Saiba mais

Compreender os riscos de ter aplicativos, páginas da Web ou servidores vulneráveis ​​é muito importante para sua estratégia de gerenciamento de riscos.

Saiba mais

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

Necessidades Digitais

Necessidades Digitais

O COVID-19 deixou claro que precisamos nos adaptar rapidamente à nossa nova realidade e com agilidade.

Saiba mais
Construindo Negócios Resilientes

Construindo Negócios Resilientes

Na era do COVID-19, a resiliência das empresas está sendo testada de maneiras nunca antes encontradas.

Saiba mais
Reformatando Indústrias

Reformatando Indústrias

Embora a resposta de cada setor ao COVID-19 tenha sido diferente, universalmente, os setores estão reformulando a maneira como fazem negócios por meio da interrupção digital.

Saiba mais
Cloud Now

Cloud Now

O impacto do COVID-19 criou uma situação em que a necessidade do local de trabalho digital é crucial, pois grande parte da força de trabalho está sendo acelerada para atuar como nômades digitais funcionais.

Saiba mais
Hyper Automation

Hyper Automation

O COVID-19 criou condições nunca antes vistas, introduzindo cenários em constante mudança.

Saiba mais
Cyber Security Plug & Play

Cyber Security Plug & Play

Compreender os riscos de ter aplicativos, páginas da Web ou servidores vulneráveis ​​é muito importante para sua estratégia de gerenciamento de riscos.

Saiba mais