Por que investir em transformação digital nas empresas?

18 de Junho de 2019 por Stefanini

A tecnologia transforma todos os processos em digitais e, com isso, tornou-se a mais poderosa aliada das organizações. Por meio dela, a transformação digital nas empresas mudou a forma como é feito o relacionamento com os clientes e a forma como os setores se organizam e operam.

Agora, a jornada do comprador acontece digitalmente. Isso significa que as estratégias precisam ser revistas e são mais importantes do que nunca. Mesmo que o seu produto não seja tecnologia, sua marca é reconhecida, julgada e comunicada por meio dela. Por isso, todas as companhias devem ser capazes de se conectar e oferecer a melhor experiência ao usuário.

Continue a leitura e conheça a importância de investir na transformação digital nas empresas.

O que é a transformação digital nas empresas?

Primeiramente, é importante conhecer o contexto no qual a transformação digital se relaciona com os negócios. Geralmente, empresas que foram formadas antes do surgimento da internet passam por grandes desafios: muitos processos que conduziam a estratégia do empreendimento na era pré-digital não se aplicam mais.

Porém, a evolução é para todos e as mudanças são possíveis de se adequar. Em outras palavras, qualquer negócio pode se transformar e progredir no mercado. Nesse sentido, a transformação digital nas empresas é um processo em que a tecnologia é usada para aumentar o alcance, otimizar o desempenho e garantir resultados melhores.

Essa mudança é estrutural e garante um papel fundamental para a tecnologia. No entanto, o investimento vai muito além da base. Trata-se de uma alteração radical na cultura e em toda a estrutura das organizações, a partir da qual o papel da tecnologia torna-se central — e não apenas uma presença superficial.

Como funciona na prática?

Todo o processo demanda tempo e consome recursos. Entretanto, não são apenas as grandes empresas que podem implantar programas e estratégias de transformação digital — até porque a inovação não está disponível apenas a quem tem mais dinheiro.

Por isso, é fundamental entender o conceito e como funciona todo o processo que leva a essa alteração e trabalhar de maneira colaborativa para alcançá-la. O desafio está presente em todos os setores, e a transformação digital refere-se muito mais à gestão do que apenas à tecnologia ou ao marketing.

As principais inovações que empresas de todos os setores têm aplicado são:

  • blockchain — espécie de banco de dados criptografados, no qual as informações ficam armazenadas e são acessíveis a todos os usuários;
  • analytics — termo que designa o uso, as análises e o raciocínio sistemático de dados para tomar decisões mais eficientes;
  • realidade aumentada — ambiente de imersão criado por sistemas e sensores digitais, no qual o usuário realiza determinadas ações.

Como os KPIs são utilizados para avaliar o sucesso dessas transformações?

Os KPIs (também conhecidos como indicadores-chave de desempenho) são índices mensuráveis tradicionalmente usados para avaliar até em que ponto as empresas evoluíram em suas estratégias. Serve também para avaliar como elas estão melhorando seus resultados no setor.

Em geral, as organizações medem o desempenho de seus projetos com base no lucro por ação, lucro líquido e outras métricas. Esses valores são apoiados por KPIs mais específicos e tradicionais, como cotas de produção, giros de estoque e parcela de satisfação do cliente.

Por outro lado, quando falamos em indicadores digitais, estamos lidando com índices mais difíceis de determinar, pois empresas de diferentes setores têm formas únicas de quantificar suas iniciativas no meio online.

Para algumas áreas, um KPI estratégico pode ser a porcentagem de lucro obtida por meio de canais digitais, como aplicativos para dispositivos móveis e softwares para computadores.

Já uma empresa de seguros de vida pode medir, por exemplo, o número de vendas feitas por meio de canais de autoatendimento, enquanto uma seguradora de acidentes e propriedades pode mensurar a quantidade de reclamações enviadas por e-mail.

O grande problema é que definir os KPIs nem sempre é simples. Gestores corporativos que desejam criar indicadores devem começar pela análise de duas categorias mais amplas. O primeiro grupo deve verificar o desenvolvimento da companhia na digitalização de seu modelo de trabalho atual, medindo metas de marketing, vendas, operações, produtos, serviço, cadeia de suprimentos e atendimento ao cliente.

O segundo conjunto de KPIs pode analisar a eficiência dos modelos de negócios digitais em gerar novas fontes de receita. Esses indicadores devem representar rendimentos, crescimento, métricas de margem e participação de mercado que são diferenciados dos ativos físicos.

Quais são os principais indicadores utilizados nesse contexto?

Cada estratégia de avaliação tem seus KPIs ideais. No entanto, alguns índices são muito importantes e podem garantir às empresas bons insights. Conheça, a seguir, os quatro principais.

Taxa de conversão

Esse KPI é usado para medir o desempenho das ações da empresa, relacionando a quantidade de oportunidades criadas com as que foram transformadas em vendas. O cálculo é feito a partir da divisão do número de pedidos pelo número de visitantes no site. Para ter o valor em porcentagem, basta multiplicar o resultado por 100.

Custo por lead

O lead representa um cliente em potencial, que pode optar por fazer negócio com a sua empresa. Porém, existe um custo para atrair cada uma dessas pessoas. Se você desenvolve uma campanha nas redes sociais, por exemplo, ela tem um preço e um resultado. O custo por lead faz a relação entre esses dados. Para isso, basta dividir o total de investimento feito na estratégia pelo número de leads gerados.

Ticket médio

O ticket médio é o indicador que compara o valor que seus clientes gastam por pedido — na loja virtual, por exemplo. O cálculo é feito com a divisão entre o faturamento total e o número de solicitações.

ROI

ROI (Return On Investment) pode ser traduzido como o retorno do investimento. Ele reflete os lucros ou prejuízos que certa aplicação trouxe ao negócio. O indicador é muito útil caso a empresa tenha dúvidas sobre determinada ação tomada e queira avaliar se ela foi, de fato, positiva.

Para o cálculo do ROI, é necessário subtrair o retorno obtido com o investimento do valor investido e dividir o resultado pelo total investido. Para que o número seja expresso em porcentagem, basta multiplicá-lo por 100.

A transformação digital nas empresas é um conceito que precisa partir do topo e se espalhar por todos os processos e decisões estratégias. Existem diversos motivos para investir em tecnologia — e os resultados devem ser analisados por meio de indicadores de performance que sejam capazes de mensurar e avaliar o desempenho do negócio.

Gostou das informações? Então, não deixe de seguir nossos perfis nas redes sociais e receba outros conteúdos em primeira mão! Estamos no FacebookLinkedInTwitter e Instagram.

Compartilhe:
Veja mais sobre digital_transformation

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas

Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível. Ao continuar a navegar no site, você concorda com esse uso. Para mais informações sobre como usamos cookies, veja nossasPoliticas de Privacidade.