Qual é a importância da previsão de demanda no processo logístico?

02 de Dezembro de 2021 por Stefanini

O comércio, como um  agente de integração entre o setor produtivo e o consumidor final, depende da disponibilidade de estoque para vender. Mais do que isso, no varejo digital ter o produto para entregar ao cliente é indispensável para garantir a aquisição.

Em ambos os casos, o papel fundamental da logística nos resultados têm influência da previsão de demanda. Sem ela, faltas ou sobras impactam negativamente as vendas. Veja a seguir qual é a importância dessa análise e como utilizar em seu varejo!

O que é previsão de demanda?

Trata-se de um processo de análise de informações que visa prever a necessidade futura de produtos, definindo o provável volume de vendas e o momento em que devem acontecer. Como os fatores em que se baseia podem tanto ser controláveis como não controláveis, sua precisão depende de correlações de probabilidades estatísticas.

Ela é elaborada a partir do histórico de operações  realizadas e de tendências de mercado. Ainda são considerados na avaliação elementos como sazonalidade, clima, datas comemorativas, características de calendários, informações de concorrência e outros.

Por que ela é tão importante?

Quando se trata da importância da previsão de demanda para uma empresa, é fundamental entender que sua realização adequada gera diversos benefícios. Confira os principais!

Embasa o planejamento 

A previsão de demanda deve nortear as compras e a produção, influenciando diretamente a liquidez do negócio. A partir disso, ocorre o planejamento das operações e seus custos. Da mesma forma, outras áreas são beneficiadas com base nela, tais como:

  • estoque: o gerenciamento dos estoques para que não ocorram sobras e faltas, evitando simultaneamente ruptura e investimentos desnecessários em infraestrutura de armazenamento, benefícios associados diretamente à precisão das informações
  • financeiro: desde a organização do fluxo de caixa até os processos associados a precificação podem ser otimizados;
  • marketing: o direcionamento das ações deve considerar os itens disponíveis.

Promove melhoria na tomada de decisões 

A tomada de decisões certeiras pela gestão se baseia em informações, e a previsão de demanda é um dos principais processos de geração dessas informações. Considerando que o objetivo de uma empresa é vender e o estudo de demanda indica o quanto, essa informação deve ser considerada em praticamente todas as decisões do negócio. Afinal, tal análise gera efeitos em todas as áreas. Potencializa o ROI das vendas 

O Retorno sobre o Investimento (ROI) depende basicamente de suas variáveis: valor investido e resultado obtido. Quanto menor o primeiro e maior o segundo, melhor será considerado o resultado.

A previsão de demanda permite reduzir custos dos processos logísticos, e desperdícios, aumentando a produtividade. Todos esses fatores tornam o valor aplicado menor. Já no que se refere a vender mais, também é possível evitar a compra de itens sem saída, melhorando ainda mais essa conta.

Auxilia nos processos logísticos 

Com informações mais precisas, que possibilitam uma operação mais rentável, os processos logísticos associados à produção, recebimento nos centros de distribuição, armazenamento, separação, expedição, transporte, distribuição às lojas e ao cliente final, ganham fluidez e efetividade. Dessa forma se obtém o equilíbrio necessário para uma ótima gestão dos processos logísticos.

Como ela contribui no processo logístico de uma empresa varejista? 

A principal vantagem de aplicar a previsão de demanda ao varejo é compatibilizar o recebimento dos produtos com o momento em que serão vendidos. Em consequência, ela permite planejar e organizar a logística envolvida.

Antecipando quais, quanto e quando as mercadorias precisam estar disponíveis, pode-se definir data de compra, recebimento e pagamento, espaço de armazenamento e campanhas comerciais para venda e entrega.

Como fazer uma previsão de demanda eficiente? 

Uma previsão de demanda mal feita é tão ou mais prejudicial do que a previsão de demanda não realizada, surtindo efeitos negativos para o negócio, tais como perda de venda, imobilização de capital sem necessidade, prejuízo de imagem e custos acima do que seria adequado A fim de garantir que sua execução gere bons resultados, elencamos os passos principais para sua elaboração. Saiba mais a seguir!

Defina parâmetros corretamente

Estabelecer o período da previsão, bem como as métricas e o peso de cada uma, é a primeira etapa. Por meio dessas definições, são mapeadas ações e suas consequências dentro do processo logístico, que precisa ser antecipado para mensurar quantidades e prazos em que o estoque deve estar disponível.

Escolha a metodologia

Há 3 diferentes metodologias desenvolvidas para realizar esse processo. Conheça cada uma delas e escolha a que melhor se encaixa na sua loja:

  • previsão passiva: nesse método, a demanda é definida extrapolando os dados passados de vendas e ajustando os resultados à inflação e  a outras variáveis de mercado. Ela é indicada para empresas com público restrito, como as menores ou que atuam em nichos específicos;
  • previsão ativa: aqui, as ações proativas da empresa para vender mais — marketing, lançamentos, promoções, descontos etc. — têm muito peso na avaliação;
  • previsão qualitativa: se baseia em informações não quantitativas, como entrevistas e estudos, devido à ausência de dados.

Colete dados

Independentemente da metodologia escolhida, os dados — quantitativos e qualitativos — são a base para a análise. Nessa fase, além da captura, ocorre a consolidação e a organização deles. Isso deve ser feito eliminando duplicidades e inconsistências.

Analise com precisão

Aplicar as correlações de causa e efeito, bem como a probabilidade de que um fenômeno ocorra, por meio de equações levará a resultados mais precisos. Outra parte da análise é perceber os padrões ou as situações incomuns.

Que tipo de ferramentas tecnológicas ajudam nessa tarefa? 

Ao ser uma análise de dados, a previsão de demanda pode ser facilitada pelo uso de tecnologias. Entre as ferramentas disponíveis no mercado e são úteis para isso, algumas se destacam:

  • ERPs: são a melhor forma de fazer o controle de dados internos, coletando-os automaticamente durante a operação e permitindo a geração posterior de relatórios completos para amparar o estudo de demanda;
  • Softwares analíticos: interpretam os dados de diversas origens de maneira preditiva, estabelecendo cenários, possibilidades e oportunidades de que ocorram, tornando a correlação de fatores mais eficiente;
  • Inteligência Artificial: quando empregada para a previsão de demanda, otimiza o estudo, contribuindo com as vantagens da computação cognitiva tanto na captação das informações quanto em sua avaliação;Big Data: possibilita trabalhar com um alto volume de dados para entender os padrões de comportamento de consumo e antecipar necessidades ou desejos dos clientes.

A previsão de demanda é uma análise que influencia diversos setores de um negócio. Entre os mais favorecidos, está o processo logístico do varejo. Essas empresas dependem de um equilíbrio entre disponibilidade de estoque e a procura para ter sucesso. Assim, a realização eficiente desse estudo se torna extremamente importante e é beneficiada pela implementação de tecnologia.

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas