Sistema de automação bancário: descubra 5 vantagens desse recurso

29 de Abril de 2019 por Stefanini

Vivemos na era digital e, portanto, nenhuma instituição financeira está imune ao sistema de automação bancário, que está presente em todos os seus setores, seja back office, front office ou seus call centers.

Bancos sempre estiveram entre os primeiros a adotar soluções inovadoras, considerando os grandes benefícios que obtêm ao automatizar seus processos ao máximo. Ficou interessado? Continue a leitura e saiba o que é a automação bancária, como funciona esse processo e os principais benefícios de utilizar esse sistema. 

O que é a automação bancária?

Antes de falarmos dos benefícios, precisamos entender o que é a automação bancária. Consiste em tornar digitais ou eletrônicos os processos existentes, por meio de soluções tecnológicas e de integração ao sistema legado ― muito comum em bancos, que ainda utilizam mainframes ―, e aos mais diversos sistemas internos e externos.

Pensando sempre em colocar a tecnologia a favor dos clientes, dos departamentos e dos processos internos da instituição financeira, os bancos rapidamente adotaram a TI como um dos carros-chefes da organização. Antes, quando as suas operações eram feitas manualmente, demandavam muito tempo e esforço das equipes, e estas realizavam atividades rotineiras repetidas vezes.

Como funciona o sistema de automação bancária?

Seu maior objetivo é resolver um problema a ponto de diminuir ou até mesmo anular a interação humana. Suas transações de varejo ― sejam de back office, interdepartamentais ou ambientes externos ― sempre se referem à manipulação de um grande volume de dados dos seus clientes. Esse ambiente precisa ter um alto nível de segurança e ser livre de erros.

O mesmo nível de segurança, velocidade e eficácia devem estar presentes no contact center ― atendimento aos clientes, cobrança, vendas de produtos e até mesmo prospecção de novos clientes ― e nos sistemas front office, que conversam diretamente com o cliente ― como plataforma de negócios das agências, internet banking e mobile banking.

E, ao falarmos de internet e mobile, os bancos estão melhorando a cada dia seus sistemas para que o cliente tenha realmente uma experiência única.

Quais são os benefícios da automação bancária?

Devido às novas tecnologias chegando no mercado, a corrida rumo à inovação não é diferente para os sistemas bancários. Com as ferramentas certas, empresas especializadas e pessoas certificadas, automatizar as operações pode ser surpreendentemente fácil e trazer grandes vantagens.

Entender esses benefícios, bem como os seus obstáculos, ajudará você a implementar um projeto de automação de operações bancárias perfeito. Vamos conferir agora as principais vantagens.

1. Reduz os custos operacionais

Essa solução ajudará a reduzir custos nas áreas de contratação de funcionários, treinamento de funcionários, compra de equipamentos de escritório e pagamento de outras despesas gerais de escritório físico. Isso ocorre porque a digitalização oferece sistemas de pagamento robustos e habilitados por sistemas de comércio eletrônico e de informação.

Sem esse processo eletrônico, os bancos seriam obrigados a contratar muitos funcionários cujos deveres seriam eficientemente feitos por um único processo de automação. A maior oportunidade, entretanto, é aumentar o atendimento ao cliente ou usuário final, reduzindo sistematicamente os custos.

Com a computação em nuvem surge outra vantagem para administrar o parque de servidores: o custo operacional será bem menor. E a projeção é de que até 2025, 80% das empresas desligarão seus data centers, segundo pesquisa da Gartner.

2. Diminui o tempo de atendimento

A digitalização do negócio bancário ajudou a aumentar a produtividade. Isso ocorre porque elimina tarefas tediosas, repetitivas e complicadas, como a papelada e a demora no atendimento, geralmente associadas ao processo bancário.

Em um ambiente de negócios bancários de médio a grande porte, a estratégia automatizada de negócios ajuda a simplificar os processos, o que, por sua vez, aumenta a produtividade de cada funcionário.

Por exemplo, retiradas e depósitos realizados por dez pessoas nos caixas de atendimento serão substituídos por somente uma máquina ATM, desde que seja inteligente e com linguagem amigável até para os clientes mais velhos, que normalmente não gostam de tecnologia.

Em outro caso, o cliente que ligar ao atendimento terá uma resposta instantaneamente, seja por uma URA inteligente, um BPO ou até mesmo por um atendimento humano personalizado.

Uma vez que os sistemas estão melhores e, consequentemente, mais rápidos, diversas métricas serão diminuídas, como o tempo de atendimento, o tempo de espera para atendimento, o tempo da resolução do problema ou da venda de determinado produto.

3. Aumenta a segurança no controle financeiro

Ao automatizar as diversas tarefas bancárias, o primeiro fator deve ser sempre a segurança dos dados. E um sistema integrado desenvolvido de acordo com as melhores práticas definidas pelo Security e Compliance da instituição, aliado às novas tecnologias, garante uma maior segurança.

Essa garantia para a realização das operações financeiras é uma das preocupações centrais dos bancos brasileiros. De acordo com a Febraban, o setor bancário destina cerca de 10% dos investimentos anuais, cerca de R$2 bilhões, em tecnologia da informação e ferramentas destinadas a evitar possíveis tentativas de fraudes, além de garantir a confidencialidade dos dados dos clientes e a eficiência no uso dos canais eletrônicos.

4. Aprimora o atendimento ao cliente

Ao automatizar os negócios bancários, os bancos recebem as ferramentas necessárias para satisfazer as necessidades e desejos específicos de clientes igualmente específicos. A personalização aumenta a resposta do cliente e as taxas de conversão, além de aumentar o retorno do investimento em marketing.

Por exemplo, os bancos que usam o software de resposta automática de e-mail para responder às solicitações dos clientes promovem respostas mais completas, que lhes permitem tomar decisões mais informadas e oportunas. Além disso, as consultas de contas chegam diretamente nas caixas de entrada de e-mail dos clientes, sem que eles precisem visitar o escritório do banco.

5. Permite flexibilidade nas transações

Ao implementar soluções efetivas, os bancos e demais empresas integradas se tornam mais flexíveis e conseguem se ajustar instantaneamente às mudanças nas condições bancárias ― dentro ou fora do país. Isso ocorre porque as automações respondem a qualquer número de clientes com várias demandas sem limitação geográfica.

Por exemplo, a automação permitirá que os bancos offshore concluam transações prontamente online, especialmente em condições de mercado imprevisíveis, em que seu país tem a tendência de restringir os serviços bancários a uma determinada quantia fora de seu país de residência. Os bancos offshore também poderão movimentar seus fundos com maior facilidade e liberdade online.

Acreditamos que várias áreas centrais do setor bancário estão prontas para a transformação e total inovação bancária. Vale ressaltar outros benefícios além dos citados acima, como: 

  • comunicação de excelência entre clientes e empresa;
  • redução do shadow IT – funcionários que tentam fazer seus próprios sistemas, sem o aval da área de TI;
  • redução da inadimplência;
  • agilidade na identificação de fraude;
  • detecção mais precisa e integração com sistemas federais para os suspeitos de crime de lavagem de dinheiro.

Essas vantagens são argumentos poderosos para adotar um sistema de automação bancária. No entanto, alcançar esses benefícios exige disciplina e muita competência por parte dos gestores e da equipe.

Uma forma mais rápida de chegar lá é adquirir excelentes soluções em sistemas de automação bancário, desenvolvidos por empresas especializadas e com um bom tempo no mercado, como a Stefanini. Não perca mais tempo e entre em contato agora!

Compartilhe:
Veja mais sobre banking digital_bank

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas