O que é live commerce e quais são os benefícios? Confira!

09 de Novembro de 2021 por Stefanini

Provavelmente o conceito de live commerce não seja novo para você. Afinal, era isso que faziam os antigos canais televisivos de compras ao vivo. Alguns, como o Polishop, estão ativos até hoje, o que de certa forma comprova a efetividade desse modelo.

Contudo, os canais de TV apresentam diversas limitações que os tornam menos atrativos do que as transmissões via streaming, a começar pelo alto custo. Isso sem contar que os resultados associados aos programas televisivos não são tão facilmente mensuráveis como os conteúdos transmitidos pela web. 

Nesse contexto, as plataformas de comércio ao vivo surgiram como uma opção a mais para quem pretende promover seus produtos e potencializar vendas.

Confira neste post como elas funcionam e de que forma aderir a essa prática que já deu os seus primeiros passos no Brasil.

O que é live commerce? 

Live commerce, ou comércio ao vivo, é o termo usado para designar a apresentação em tempo real de produtos e serviços via plataformas de streaming. Ele deriva do live shopping, usado para se referir aos canais de televisão nos quais os produtos são mostrados por um apresentador.

No caso do live commerce, sai a figura do apresentador e entra a do digital influencer, ou influenciador digital, como também é conhecido. O influencer é essencial para o sucesso de uma live porque é por meio da sua popularidade, carisma e credibilidade que as pessoas se sentem motivadas a comprar os produtos e serviços exibidos.

Como essa tendência funciona na prática?

A Transformação Digital vem provocando mudanças profundas na forma como as pessoas se relacionam e consomem produtos e serviços. Exemplo disso é o novo conceito de open banking, em que os dados financeiros são compartilhados. Isso sem falar da modalidade de empréstimo peer-to-peer e dos apps de compartilhamento de bens e serviços.

O live commerce se insere nesse amplo movimento por proporcionar uma experiência de compra muito mais interativa. Nela, as marcas apresentam seus produtos por meio de seus sites, redes sociais ou plataformas de streaming específicas.

Os internautas que assistem obtêm na hora informações sobre serviços e produtos de seu interesse por meio de demonstrações feitas ao vivo pelo influenciador. Dessa forma, ficam em condições de decidir com mais assertividade sobre o que comprar ou não, e isso é bom para todas as partes envolvidas.

Por que o live commerce vem crescendo no setor varejista? 

O comércio ao vivo é uma das tendências que devem ganhar ainda mais força nos próximos meses. Afinal, o e-commerce brasileiro cresce a olhos vistos, a julgar pelo faturamento registrado no primeiro ano da pandemia, 56,8% maior que o do ano anterior.

No entanto, o live commerce ainda está dando seus primeiros passos no mercado brasileiro, o que não deixa de ser bom, já que há todo um potencial a explorar. Essa é uma modalidade interessante para quem vende porque acontece tudo ali, ao vivo e a cores. O produto é apresentado junto com o seu preço e as condições de pagamento, o que deixa poucas dúvidas para o consumidor que assiste.

Quais são os benefícios do live commerce? 

Já diz o famoso apresentador Fausto Silva “quem sabe faz ao vivo”. Ou seja, o live commerce pode ser uma forma bastante persuasiva de vender justamente por elevar a autoridade de uma marca.

O cliente vê na hora como um produto funciona, sua finalidade, sugestões de uso e outras informações que ele poderia acessar somente se fosse até uma loja física. Portanto, o live commerce acaba por ser muito mais convincente,  ampliando a visão do público sobre determinados produtos.

Além disso, vale destacar novamente que, ao serem apresentadas por personalidades conhecidas na web, as lives geram audiências respeitáveis. Isso aumenta a responsabilidade da marca e, em consequência, a confiança do consumidor.

Existem ainda diversas vantagens que vale a pena considerar ao aderir a esse modelo de vendas. Descubra nos tópicos a seguir.

Melhora a relação com o consumidor

Nada melhor para quem compra do que ter a certeza de que um produto é exatamente aquilo que tinha imaginado, como acontece depois de uma demonstração ao vivo. Além disso, diferentemente dos canais de TV, em uma live é possível comprar sem ter que acessar outras mídias, podendo inclusive fazer pagamentos por meios diversos  nas plataformas virtuais.

Esses fatores pesam favoravelmente para as marcas e podem melhorar a relação com o consumidor ao mesclar entretenimento e vendas.

Fideliza clientes 

O cliente cada vez mais omnichannel é, certamente, um dos principais alvos de uma ação de live commerce.

Como ele valoriza a transparência e a comunicação clara e direta, encontra nas transmissões ao vivo a melhor chance de se aproximar das suas marcas preferidas.

Dessa forma, o live commerce é também um excelente meio não só para atrair, mas principalmente para fidelizar esse exigente perfil de consumidor.

Melhora a experiência de compra

Claro que a customer experience — experiência do cliente — acaba por ser enriquecida quando os produtos são manuseados por figuras com as quais o público se identifica. Ao entreter, a live tira o peso da responsabilidade por decidir, deixando para o consumidor apenas a parte mais prazerosa da compra. Assim, sua experiência se torna memorável.

Atração de novos clientes

Empresas que estão em fase de crescimento, que buscam um novo posicionamento de mercado, ou lançam novos produtos, enfrentam o desafio de atrair novos clientes

O live commerce pode ajudar os resultados de venda nos canais online, já que seus produtos são promovidos por rostos conhecidos, potencializando a audiência e reforçando a credibilidade.

Qual é a relação dessa tendência com os processos logísticos? 

Por outro lado, o sucesso do comércio ao vivo depende de uma certa maturidade digital e algum nível de automação nos processos de venda.

Isso porque as plataformas de streaming devem ser integradas às de e-commerce, que devem estar preparadas para emitir ordens de compra, notas fiscais e fazer a conciliação bancária em tempo real e em volumes maiores.

Da mesma forma que um e-commerce tradicional precisa ter informações confiáveis de disponibilidade de estoques, o influencer precisa ter dados igualmente seguros ao informar corretamente o prazo de entrega do produto ao cliente.

Tudo isso eleva a exigência por uma infraestrutura logística que dê conta de fazer a gestão das entregas, garantindo assim a satisfação do cliente, a confiabilidade do consumidor e a continuidade das vendas.

Como se preparar para esse futuro e usar essa ideia?

A propósito, uma das dificuldades que o modelo vem enfrentando para se consolidar no Brasil é justamente a integração entre as plataformas. Como vimos, é preciso implementar soluções que permitam à marca apresentar seus produtos e, ao mesmo tempo, garantir que eles possam ser comprados para pronta entrega.

Dessa forma, é preciso investir não só na automação das vendas, como na integração de diferentes sistemas. E isso inclui as plataformas de streaming, que passam a ser um braço do e-commerce.

Quer saber como podemos ajudar sua empresa? Fale conosco, em breve um de nossos especialistas entrará em contato com você.

Compartilhe:
Veja mais sobre live commerce varejo_digital

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

testetetetete

testete

tatetadata

teste

tstete

aaaaaaaaaaaaaaaaa

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

Experience

Experience

testetetetete

Cyber Security

Cyber Security

testete

Machine Intelligence

Machine Intelligence

tatetadata

Enterprise Hosting

Enterprise Hosting

teste

Consulting

Consulting

tstete

IT Strategy

IT Strategy

aaaaaaaaaaaaaaaaa