Características da indústria 4.0: quais eu devo inserir na empresa?

22 de Outubro de 2018 por Stefanini

Inteligência artificial, robótica e máquinas fazendo máquinas: embora pareçam temas de filmes de ficção científica, essas são só algumas das características da indústria 4.0. A quarta Revolução Industrial está acontecendo e vai exigir das fábricas um amplo passo no caminho da inovação.

Mesmo as pequenas e médias empresas devem se adaptar aos novos tempos de flexibilidade e da automação para atender às demandas e não perder a capacidade competitiva. Quanto melhor o aproveitamento da tecnologia, mais eficiente é o cumprimento dos prazos, da gestão das informações e das finanças dos projetos.

Continue a leitura deste post, conheça mais sobre as características da indústria 4.0 e entenda como a sua empresa pode fazer parte dessa revolução.

Características da indústria 4.0

O conceito de indústria 4.0 é abrangente e contempla diversas mudanças no panorama industrial, todas capazes de transformar a maneira como as empresas operam. Por isso, o termo também é conhecido como quarta Revolução Industrial.

A indústria 4.0 objetiva revolucionar os negócios com base na tecnologia. Para isso, são criadas fábricas inteligentes, conectadas e preparadas para se autogerenciar com a ajuda de inteligência artificial e outros recursos específicos.

O conceito passou a ser usado pelo governo alemão em projetos de alta tecnologia que envolviam fábricas computadorizadas. O termo ganhou destaque em 2011, durante a feira industrial de Hannover — uma das maiores e mais importantes do setor.

A ideia engloba tecnologias avançadas do setor da automação aliadas às ciências da informação e aplicadas nos processos de manufatura. As novas indústrias têm estrutura modular e descentralizam as tomadas de decisão de forma a agilizar as entregas conforme as demandas do setor.

Outro ponto fundamental é que essa inovação é capaz de receber informações em tempo real. Assim, é possível proporcionar as adequações necessárias para aprimorar o fluxo de trabalho, tornando a cadeia de operações mais eficiente.

Alguns princípios e características da indústria 4.0 a diferenciam de uma simples automação ou da fabricação em massa. Entre eles, podemos identificar os pontos a seguir.

Descentralização

Fábricas inteligentes têm sistemas ciberfísicos com a habilidade de tomarem decisões sem necessitar da intervenção humana. Assim, as atividades são realizadas da maneira mais autônoma possível.

Virtualização

Outra característica importante é a possibilidade de criação de uma cópia virtual da indústria. Com o uso de sensores de dados interconectados, é possível desenvolver modelos de plantas virtuais que permitem criar espécimes para simular e monitorar os processos que estão implementados na indústria.

Tempo real

A virtualização e a alta tecnologia garantem a capacidade de realizar análises em tempo real. Com isso, o grande volume de dados coletados gera conhecimento para análises e entrega resultados otimizados imediatamente.

Interoperabilidade

A interação entre humanos e máquinas, a computação em nuvem, a utilização da internet das coisas e outros são importantes características das fábricas inteligentes. Essa capacidade de integração é a chamada interoperabilidade.

Modularidade

A indústria 4.0 precisa saber se adaptar a requisitos mutáveis. Além disso, ela precisa ser flexível o suficiente para se adequar em tempo real às inovações e alterações. Para isso, é importante que haja expansão em módulos individuais, com a descentralização da tomada de decisão, de forma a modificar e customizar a produção conforme as necessidades.

Adaptação das empresas brasileiras

A indústria brasileira ainda precisa superar inúmeros desafios durante a aplicação da indústria 4.0. As tecnologias da comunicação e informação devem desempenhar um papel essencial na concretização da inovação.

Os setores são estratégicos para a criação de mais e melhores empregos, além de colaborar para o fortalecimento da cadeia produtiva nacional. Hoje, o Brasil conta com menos de 2% das empresas inseridas no conceito da indústria 4.0. Em 10 anos, a expectativa é que 15% das indústrias trabalhem com essa realidade.

O investimento em infraestrutura tecnológica e a capacitação no setor de ciência, tecnologia e inovação permitem o desenvolvimento de soluções tecnológicas. A consolidação de empresas mais avançadas, portanto, é fundamental para a sociedade e para a economia.

Ao desenvolver essas tecnologias, os setores industriais propiciam processos mais eficientes, além de uma automação que incrementa o compartilhamento de conhecimento e fomenta as relações interpessoais, facilitando o desenvolvimento educacional.

Dessa forma, os trabalhadores necessitam de mais qualificação educacional, assim como mais criatividade, proatividade e interesse pelo risco e pela inovação. Novos investimentos também são exigidos, o que gera empregos e serviços, aumentando a renda e os salários.

Como fazer parte da indústria 4.0

Após compreender as características da indústria 4.0, é importante entender como as empresas podem fazer parte da transformação digital e automatizar seus processos. Veja, a seguir, as possibilidades de adaptação.

Internet das Coisas

Internet das Coisas funciona com uma rede de sistemas, objetos físicos, aplicativos e plataformas que usam a tecnologia para se comunicar e interagir com ambientes internos e externos.

Para as fábricas, isso significa que as máquinas e os equipamentos estão conectados em redes e disponibilizam informações de forma única. Como vantagens, temos:

  • eficiência operacional e maximização dos lucros;
  • oportunidade para novos negócios;
  • mais agilidade na tomada de decisões, entre outros.

Big Data

O Big Data é um conjunto de dados amplos e que necessitam de ferramentas capazes de trabalhar com grandes volumes de informações, de forma que elas possam ser encontradas, analisadas e transformadas em valor.

Para a indústria 4.0, essa tecnologia possibilita o sucesso na produção e nas vendas. A etapa de preparação dos dados é crucial, pois pode garantir o êxito de um projeto ou defini-lo como um fracasso. Por isso, é fundamental que as informações sejam trabalhadas e entendidas para atingir o objetivo estratégico do trabalho com Big Data.

Inteligência Artificial

O conceito de Inteligência Artificial abrange um conjunto de tecnologias operacionais e da informação capazes de revolucionar a forma de produção, possibilitando mais eficácia e qualidade às etapas de um projeto. As máquinas inteligentes são projetadas para executar ações como:

  • reconhecer a fala;
  • planejar;
  • solucionar problemas.

Robótica

A robótica é um dos pilares da indústria 4.0. A utilização de robôs permite a realização de tarefas padronizadas em diversos setores. Como resultado, temos a redução de falhas e do tempo de processamento, gerando economia. As inovações do setor têm rápida instalação e grande flexibilidade.

Compreender as características da indústria 4.0 é fundamental para aplicar o modelo na prática. O conceito ainda é recente e promete revolucionar os processos industriais. Por isso, é importante que as empresas avancem no desenvolvimento de projetos que visam aplicar a tecnologia para melhorar a produtividade e a competitividade da indústria.

Gostou do nosso conteúdo? Então siga-nos nas redes sociais e fique por dentro de outros posts como este! Estamos no Facebook, no LinkedIn, no Twitter e no Instagram!

ebook

5 estratégias de automação para implantar na sua empresa

e-book
Baixe nosso E-book

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas

Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível. Ao continuar a navegar no site, você concorda com esse uso. Para mais informações sobre como usamos cookies, veja nossasPoliticas de Privacidade.