Topaz investe em solução antilavagem de dinheiro que atende as exigências das principais auditorias internacionais

Especializada em compliance, a solução Topaz Trace vem sendo utilizada por grandes instituições financeiras na América Latina

17 de Novembro de 2021 por Stefanini

Imagine que um banco identifique uma transferência de altos valores na conta de um cliente que não tenha renda compatível para aquela transação. Diante desse sinal de alerta, a instituição financeira precisa monitorar e, se necessário, investigar para ter certeza de que não se trata de uma movimentação ilícita. Para auxiliar os bancos na identificação de transações suspeitas e prevenção de lavagem de dinheiro, a Topaz, empresa do Grupo Stefanini, desenvolveu a solução Topaz Trace, especializada em compliance.

Embora tenha sido criada há 25 anos para combater a lavagem dinheiro em países do Caribe, onde existem paraísos fiscais que podem facilitar essa prática, a solução passou por várias atualizações ao longo dessas duas décadas, incorporou novas funcionalidades e vem sendo uma das principais ofertas da Topaz, reconhecida por oferecer o core bancário mais completo e flexível do mercado latino-americano.

No Brasil, importantes instituições financeiras, fintenchs como Superdigital, do Santander,  e cooperativas de crédito – entre elas a Credisis - já utilizam o Topaz Trace. Os principais bancos paraguaios, incluindo os de operação global, também já aderiram à solução, que pode ser utilizada em sistemas de core bancários legados e não apenas em conjunto com o Topaz Banking.

Segundo Federico Tejera, responsável pela área de Produtos da Topaz, a solução atende aos requisitos de auditorias externas e internas nacionais e internacionais, mantendo um registro de todas as transações e ações realizadas pelos usuários. Atualmente,  o Topaz Trace combate a lavagem de dinheiro em mais de 15 países, gerindo o perfil transacional de mais de 15 milhões de usuários.

“A solução identifica e atua em riscos associados à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo. Com o Topaz Trace é possível fazer monitoramento de presença de potenciais clientes em listas restritivas e gerenciar indicadores que auxiliam na identificação de ligações de clientes com atividades ilícitas”, afirma Marco Cester, executivo de Negócios Digitais da Topaz.

Com a utilização de Inteligência Artificial, a solução antilavagem de dinheiro permite controles mais inteligentes das movimentações e dos históricos dos clientes. “Com o Topaz Trace, as instituições financeiras reduzem as operações manuais e ampliam a capacidade de controlar perfis e de calcular riscos. Há algo diferente que precisa ser monitorado? É suspeita ou não de lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo? Trata-se de uma atividade ilícita? Nossa solução pode ajudara elucidar cada uma dessas questões, em parceria com os bancos”, garante Jorge Iglesias, CEO da Topaz.

            Hoje mais de 30 instituições financeiras da América Latina usam o Topaz Trace. A expectativa é que a demanda por esta solução cresça 58% em 2022, com grandes chances de expansão para outras regiões onde o Grupo Stefanini atua, como Estados Unidos e Europa.

            Desde 2017, conforme exigência do Banco Central, todas as transações de R$ 50 mil ou mais com dinheiro em espécie precisam ser informadas ao banco com no mínimo três dias úteis de antecedência. Há a necessidade, também, de fornecer dados adicionais sobre a transação, como motivos da movimentação financeira, além da identificação dos responsáveis e dos beneficiários do saque. As medidas integram a estratégia nacional de combate à corrupção e lavagem de dinheiro.

“A solução Topaz Trace, adaptável à necessidade do cliente, pode ser integrada automaticamente às instituições financeiras para auxiliar no cumprimento de todas as regras de compliance. Os bancos que não tratam a questão da lavagem de dinheiro podem ser duramente penalizados com multas, em caso de identificação de alguma irregularidade, além de comprometer a reputação. Em casos mais graves, a instituição pode ser obrigada a deixar de operar. Por isso, a necessidade de estar atento ao cumprimento de todas as normas que buscam prevenir, identificar e combater a lavagem de dinheiro e o financiamento ao terrorismo”, complementa Federico Tejera.

 

 

Compartilhe:

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas