Stefanini lança Polymath, ferramenta de Inteligência Artificial capaz de aprender em poucos segundos

23 de Junho de 2020 por Stefanini

Se você trabalha com bots, sabe a importância que eles têm em empresas de todos os setores e, certamente, já se deparou com dificuldades relacionadas a treinamento ou “curadoria”. Conforme os volumes de dados aumentam, cresce também a necessidade de profissionais especializados para lidar com eles, gerando um platô na evolução que poucas empresas conseguem superar. A razão é que esses sistemas não são dotados de inteligência no sentido humano, e se assemelham mais com modelos de autorresposta, baseados em fluxos e regras.

Para resolver essa questão, o Grupo Stefanini, multinacional brasileira referência em soluções digitais, anuncia o lançamento da Polymath, ferramenta de Inteligência Artificial capaz de criar uma base de dados para responder perguntas sem treinamento prévio. A solução foi desenvolvida pelo mesmo time que criou a plataforma de inteligência cognitiva Sophie, reconhecida internacionalmente.

Segundo o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Stefanini, Alex Winetzki, Polymath é o estado da arte em tecnologias de processamento de linguagem natural. O sistema é treinado em poucos segundos por meio da digitação de uma URL. Após esse processo, a ferramenta passa a ler sites e todos os links conectados a ela, criando uma base de dados robusta e fácil de usar.  

 “A Polymath permite acelerar drasticamente o treinamento de aplicações de texto e voz como chatbots e URAs inteligentes, além de dezenas de outras aplicações que estamos começando a explorar. A nova solução coroa uma década de esforços do que é hoje reconhecido como o maior e melhor laboratório de processamento de linguagem natural da América Latina”, destaca Alex Winetzki.

A nova solução de IA do Grupo Stefanini está disponível em português e inglês, e começou a ser testada por grandes empresas em aplicações diversas, como automação de atendimento e gestão de firmas e contratos.

Para atingir os resultados esperados, o time de IA da Stefanini trabalhou durante cinco anos em um projeto liderado pelo Prof. Fábio Caversan, diretor Global de P&D do Grupo Stefanini, hoje baseado em Michigan. “Investimos pesado em conhecimento, testamos e otimizamos modelos cognitivos, além de participar de  desafios e jornadas internacionais de IA. Também processamos datasets com milhões de documentos e compramos equipamentos, que vão de notebooks especiais para os desenvolvedores a novas máquinas para o datacenter americano da empresa. Tudo isso para testar e otimizar continuamente os modelos que nos levaram ao lançamento da Polymath”, explica Caversan.

Com o crescimento da demanda por soluções de IA, existe uma corrida global por sistemas que realmente aprendam e sejam capazes de tomar decisões relevantes com pouco treinamento. Diferente da tecnologia de Machine Learning, que precisa de milhares de dados específicos para que o sistema seja capaz de distingui-los, a solução da Stefanini é capaz de responder as demandas de maneira rápida e eficiente.

“Este é o início de uma nova era para a IA no Brasil. Temos orgulho do pioneirismo do nosso time de P&D, que avança no desenvolvimento de novas tecnologias que colocam o País numa posição de destaque no cenário global”, finaliza Marco Stefanini, CEO Global da multinacional brasileira.

Para conhecer mais sobre a Polymath, visite o site da aplicação , onde encontrará vídeos demonstrando o uso da ferramenta em situações diversas em bancos, varejo e serviços.

Compartilhe:
Veja mais sobre

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas