Como funciona o processo de criação ágil: saiba mais!

04 de Novembro de 2020 por Stefanini

O processo de criação ágil utiliza métodos ágeis que incentivam a comunicação e a inovação. Dessa forma, os profissionais envolvidos no projeto de transformação digital — como o desenvolvimento de softwares — interagem com clareza e rapidez.

Ao aplicar essas técnicas, o gestor consegue tornar a operação mais dinâmica e com maiores chances de obter os resultados esperados em menos tempo. Sem falar na aplicabilidade desses métodos de controle no time de criação, especialmente por considerar os usuários durante a elaboração das soluções.

São diversas as ferramentas conhecidas como ágeis. As principais são: Feature Driven Development (FDD), eXtreme Programming (XP), Dynamic System Development Model (DSDM), Microsoft Solutions Framework (MSF) e Scrum.

Neste artigo, veremos mais sobre o método Scrum, como ele funciona no processo de criação ágil e seus impactos na transformação digital. Confira!

Entenda o que é Scrum

É uma modalidade de gestão que faz parte de uma série de técnicas conhecidas como metodologias ágeis. Seu objetivo é garantir rapidez, flexibilidade e eficiência aos projetos, além de facilitar processos e criar sistemas de qualidade.

O Scrum é um dos métodos mais populares entre times de desenvolvimento de software, mas pode ser perfeitamente aplicado em outros segmentos. É também uma atividade focada na satisfação dos consumidores com o produto final e que reduz o volume de retrabalho da equipe.

Nessa metodologia é mais importante entregar um produto eficiente aos clientes do que um documento detalhado — ou seja, o foco está na geração de valor. Para isso, é preciso fracionar o projeto em início, meio e fim, sendo que em cada etapa é necessário fazer a entrega de algo funcional.

Assim, não é preciso aguardar a entrega do produto final para fazer testes. Isso permite que o time faça correções ao longo do período de criação. Com isso, além de evitar descontentamentos, você reduz desperdícios relacionados ao esforço e ao tempo.

Saiba quais são os principais artefatos do Scrum

Os elementos do Scrum existem para inspecionar as atividades pendentes do time, sobretudo quais já estão sendo executadas pelos membros. Existem diversos artefatos, mas vale destacar os mais importantes. Veja só!

Product Backlog

É um documento que registra todos os requisitos de um produto, projeto ou sistema. O repertório contém uma lista de pendências, composta por ferramentas de trabalho, que resultam na entrega de valor. Todos os detalhes do Backlog do produto devem ser adicionados de acordo com as orientações do Product Owner.

Sprint Backlog

É uma lista de atividades que a equipe se compromete a fazer em Sprint. Essas responsabilidades são coletadas do Product Backlog, com base nas instruções do Product Owner. Por fim, é definido um prazo necessário para concluir as diversas funcionalidades.

Incremento

É o total de itens do Product Backlog que foram concluídos desde a última reunião. É de responsabilidade dos envolvidos garantir que todos os itens do Sprint Backlog estejam no incremento.

Confira os papéis dentro do Scrum

A equipe que utiliza a metodologia ágil Scrum deve ser composta por três papéis estratégicos. A seguir você conhece suas principais atribuições.

Product Owner

É o ponto central de liderança, que determina quais funcionalidades e recursos serão desenvolvidos e qual a ordem de cada um. Além disso, o Product Owner é o maior responsável pelo sucesso da criação, uma vez que comunica a todos a visão que o time Scrum deve alcançar no projeto.

Scrum Master

O Scrum Master ajuda toda a equipe a compreender e acatar as práticas, princípios e valores da metodologia. Ele atua enquanto instrutor, comandando e auxiliando na criação de uma abordagem que tenha o melhor desempenho — conforme as características da empresa.

Ele também age como um facilitador, ajudando a resolver gargalos e fazer otimizações no uso do Scrum. Além disso, protege a equipe contra agentes externos e elimina problemas que podem prejudicar a produtividade.

Time de desenvolvimento

Fazem parte do time de desenvolvimento todos aqueles que colocam a “mão na massa”. Em geral, é um agrupamento multidisciplinar, responsável por entregar algo funcional ao final de cada Sprint. Essa equipe de criação se organiza para definir a melhor maneira de executar o trabalho, com o objetivo de bater a meta estipulada pelo Product Owner.

Acompanhe as etapas do Scrum no processo de criação ágil

No desenvolvimento ágil promovido pelo Scrum existem algumas etapas nas quais todo o time participa. O destaque dessa metodologia é que ela é harmônica e interativa, a fim de manter os profissionais alinhados para produzir rapidamente. Conheça melhor os passos do Scrum!

Sprint Planning

Sprint é quando uma tarefa definida previamente é finalizada e vai para revisão. Os Sprints apresentam um timebox de duas a quatro semanas, mas podem ser mais reduzidos.

No sprint Planning é definido o objetivo. Também é registrada no Backlog — documento que descreve todos os requisitos de um produto, projeto ou sistema — qualquer atividade extra que prejudique o objetivo do Scrum, incluindo-a nos Sprints seguintes.

Esse é um grande desafio de criação, pois pode haver recomendações do cliente, emergências e urgências que afetam a entrega final.

Daily Scrum

É uma reunião rápida, de 15 minutos, por exemplo. Nela, cada integrante apresenta a evolução desde o último agrupamento, bem como a tarefa que está definida antes da próxima assembleia e qualquer gargalo que possa prejudicar a conclusão da atividade.

Durante o Daily Scrum, todos precisam responder a três perguntas pontuais.

  • O que fiz anteriormente para cooperar com a equipe em atingir o objetivo do Sprint?
  • O que farei agora para ajudá-los a atingir essa meta?
  • Estou enxergando algo à frente que poderá afetar a finalização da minha meta individual?

Revisão do Sprint

Ao terminar um Sprint, é preciso revisá-lo. Esse é o momento de time apresentar um pouco ao pessoal interessado a atividade realizada. A reunião de alinhamento pode ser feita uma vez por semana, com duração de até uma hora. Nela, são incluídos os seguintes prosseguimentos:

  • apresentação Product Owner sobre os elementos do Backlog que foram cumpridos;
  • indicação do que funcionou e quais dificuldades foram encontradas pelo time de criação;
  • sugestões de melhorias de todo o time para o próximo Sprint;
  • revisão de como o potencial produto pode ter mudado ao longo do processo de desenvolvimento;
  • análise crítica da linha do tempo, orçamentos, recursos e mercado para a próxima etapa.

Até aqui você viu como o processo de criação ágil pode funcionar por meio do Scrum. Essa técnica organiza e acelera o desenvolvimento das soluções, por isso, faz parte da metodologia ágil. Nesse cenário, é importante contar com o apoio de uma empresa tecnológica a fim de garantir uma gestão de mudanças tranquila e eficiente.

A Stefanini pode ajudar a sua empresa com essa transformação, pois conta com inovações customizadas, que geram resultados rápidos e impactos duradouros. Fale conosco e conheça nossas soluções!

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

O COVID-19 deixou claro que precisamos nos adaptar rapidamente à nossa nova realidade e com agilidade.

Saiba mais

Na era do COVID-19, a resiliência das empresas está sendo testada de maneiras nunca antes encontradas.

Saiba mais

Embora a resposta de cada setor ao COVID-19 tenha sido diferente, universalmente, os setores estão reformulando a maneira como fazem negócios por meio da interrupção digital.

Saiba mais

O impacto do COVID-19 criou uma situação em que a necessidade do local de trabalho digital é crucial, pois grande parte da força de trabalho está sendo acelerada para atuar como nômades digitais funcionais.

Saiba mais

O COVID-19 criou condições nunca antes vistas, introduzindo cenários em constante mudança.

Saiba mais

Compreender os riscos de ter aplicativos, páginas da Web ou servidores vulneráveis ​​é muito importante para sua estratégia de gerenciamento de riscos.

Saiba mais

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

Necessidades Digitais

Necessidades Digitais

O COVID-19 deixou claro que precisamos nos adaptar rapidamente à nossa nova realidade e com agilidade.

Saiba mais
Construindo Negócios Resilientes

Construindo Negócios Resilientes

Na era do COVID-19, a resiliência das empresas está sendo testada de maneiras nunca antes encontradas.

Saiba mais
Reformatando Indústrias

Reformatando Indústrias

Embora a resposta de cada setor ao COVID-19 tenha sido diferente, universalmente, os setores estão reformulando a maneira como fazem negócios por meio da interrupção digital.

Saiba mais
Cloud Now

Cloud Now

O impacto do COVID-19 criou uma situação em que a necessidade do local de trabalho digital é crucial, pois grande parte da força de trabalho está sendo acelerada para atuar como nômades digitais funcionais.

Saiba mais
Hyper Automation

Hyper Automation

O COVID-19 criou condições nunca antes vistas, introduzindo cenários em constante mudança.

Saiba mais
Cyber Security Plug & Play

Cyber Security Plug & Play

Compreender os riscos de ter aplicativos, páginas da Web ou servidores vulneráveis ​​é muito importante para sua estratégia de gerenciamento de riscos.

Saiba mais