Plataforma de automação: por que apostar no NOC Cognitivo?

04 de Agosto de 2022 por Stefanini

Quanto mais praticidade e produtividade nos processos internos de um negócio, maiores as chances de obter bons resultados e alcançar os objetivos de forma estratégica. É por esse motivo que o uso de uma plataforma de automação nas empresas tem chamado tanta atenção no mercado.

A implementação de recursos tecnológicos só tem a oferecer para uma organização. Quando a escolha de sistemas é adequada para os objetivos da empresa, é possível ter acesso a uma série de vantagens que promovem o desenvolvimento sustentável do negócio.

Esse é o caso de investir em uma plataforma de automação para executar tarefas cotidianas. Neste post, Luiz Alberto Schwartz, Client Solution Specialist da Stefanini, vai falar um pouco mais sobre o uso desse tipo de solução para apoiar melhores resultados nos negócios. Acompanhe!

Como a automação inteligente tem crescido no Brasil?

Diante do processo de digitalização das empresas, a fim de acompanhar a transformação tecnológica de todo o mercado, muitos negócios passaram a dar preferência a fornecedores que são capazes de oferecer soluções que atendam às suas necessidades operacionais.

Na maior parte das organizações, isso se baseia em garantir processos mais ágeis e eficazes. A partir disso, é possível se adaptar melhor às tendências do mercado, oferecer inovação de maneira rápida e eficiente, obter um diferencial competitivo e conquistar um maior número de clientes.

Dentro desse contexto, a adoção de ferramentas de automação se mostra crescente nos últimos anos. Com isso, diversos processos operacionais são redesenhados, a fim de adicionar os recursos digitais, como a Inteligência Artificial e o Machine Learning, para otimizar os resultados.

Por que investir em uma plataforma de automação inteligente?

Praticamente todos os processos do dia a dia envolvem ou podem contar com o apoio do uso da tecnologia. Isso vale tanto para o cotidiano das pessoas quanto para a rotina organizacional das empresas.

Sendo assim, existe uma certa exigência de adaptação do mercado a essas tendências, a fim de manter a competitividade dos negócios. Além disso, como diversas tarefas dependem do uso de softwares, quanto mais inteligentes forem esses sistemas, maiores as chances de oferecerem um retorno mais positivo e com menos desafios na implementação.

Schwartz ainda destaca: “Não basta ofertar um serviço digital, ele precisa funcionar de forma perfeita e o tempo todo”. Para isso, a qualidade dos sistemas e as aplicações de inteligência artificial são fundamentais para atender a esse critério.

“Estamos falando de analisar o negócio em tempo real com base em dados sobre demanda, qualidade do serviço, comportamento do cliente, dentre outros fatores no contexto, em grande volume, variedade e velocidade, que somente com adoção da automação cognitiva podemos chegar às respostas e insights para apoiar a tomada de decisão”, complementa o especialista em soluções para os clientes.

É por esse motivo que uma plataforma de automação cognitiva se destaca. Afinal, esse investimento ajuda a identificar os problemas e os riscos do dia a dia e resolvê-los de forma rápida e precisa.

O que é o NOC Cognitivo?

O NOC Cognitivo é um exemplo de solução de automação. A plataforma cognitiva conta com o uso de ferramentas de Inteligência Artificial e Machine Learning para otimizar processos internos dos setores e das equipes.

Esse resultado vem da substituição de processos manuais por tarefas automatizadas e inteligentes. Dessa forma, diversas atividades que eram de responsabilidade dos profissionais podem ser voltadas para as máquinas.

No entanto, isso não significa que os colaboradores não terão mais funções. Muito pelo contrário! Com a automatização cognitiva, é possível ter mais atenção e tempo para gerenciar tarefas que necessitam de interferência humana, evitando a sobrecarga de atividades no trabalho.

Como funciona?

O NOC Cognitivo é capaz de lidar com um grande volume de dados a serem processados, sintetizados e organizados. A partir disso, algumas tarefas associadas a essas informações podem ser automatizadas, como:

●        detecção de falhas;

●        avaliação da causa e do impacto dos eventos;

●        análise descritiva do comportamento dos sistemas;

●        entre outras.

A partir disso, é possível gerar resultados mais precisos para os profissionais. Assim, a tomada de decisão se torna mais eficiente, principalmente sobre as escolhas em torno de correções e prioridades do trabalho da empresa. Ou seja, é possível realizar uma gestão orientada por dados, tornando-a mais assertiva.

Quais os desafios?

Antes do surgimento do NOC Cognitivo, existia uma versão clássica dessa abordagem, porém, que não apresentava tanta adaptabilidade às operações digitais, tão presentes no contexto atual.

Por esse motivo, a sobrecarga dos profissionais, a falta de agilidade nos processos e a imprecisão nas tarefas eram problemas recorrentes nesse tipo de operação. Essas falhas, consequentemente, afetavam o desenvolvimento do negócio e a reputação da empresa no mercado.

É para superar esses desafios que uma plataforma de automação cognitiva é desenvolvida. Desse modo, é possível evitar o desgaste mental e físico sobre o trabalho humano, tornando tarefas automáticas, promovendo também bem-estar entre as equipes.

Quais são os recursos oferecidos?

A automatização promovida por esse tipo de plataforma pode alcançar as mais variadas tarefas. Na lista, entram recursos voltados para:

●        melhora da comunicação entre as equipes — que contribui para a integração dos setores e dos times;

●        compartilhamento das informações relevantes entre os setores;

●        geração de insights para a resolução de problemas;

●        redução dos custos e dos riscos;

●        diminuição de investimentos em projetos de operação inviável;

●        maior agilidade e precisão dos serviços;

●        atração e retenção de clientes;

●        ajustes conforme a demanda de serviços.

Não é à toa que esse tipo de arquitetura digital tem sido implementada em serviços bancários, atividades de gestão financeira, administração de e-commerce, entre várias outras aplicações.

Por que vale a pena implementar?

Ainda não se convenceu de que os investimentos em uma plataforma de automação valem a pena? Então, veja a seguir alguns motivos pelos quais vale a pena implementá-la nas empresas!

Integração de EQUIPES

Para que uma empresa atue e se desenvolva igualmente, é preciso que os setores estejam integrados. Assim, as informações passam de equipe para equipe, sem perdas e com clareza. Apenas essa atitude acelera o lançamento dos serviços e diminui a duração dos ciclos, permitindo uma maior qualidade nos processos.

Vale destacar também que os clientes veem a empresa de fora como um todo. Dessa maneira, não há muito a separação de equipes do ponto de vista do consumidor. Quanto mais a experiência do público for única e integrada, maior é o reconhecimento do negócio e a satisfação com os serviços.

Uso de linguagem natural

É importante também que a plataforma de automação seja acessível para todos os profissionais que vão lidar com ela , que as informações sejam demonstradas de forma compreensível a todos, pois somente assim é possível trabalhar de forma cooperativa.

Nesse contexto, ter os diferentes dados reunidos e com suas relações de dependência traz à luz a visão do todo,. Dessa forma, é possível compreender as informações de forma simples e evitar erros por falhas na comunicação ou de entendimento.

Aprendizado contínuo

Um dos maiores benefícios da adoção da Inteligência Artificial e do Machine Learning é a capacidade contínua de aprendizagem Desse modo, o sistema se mantém atualizado e otimizado, identificando os ajustes necessários para continuar atendendo às suas demandas.

Isso também é garantido por meio do acompanhamento dos problemas e dos padrões de falhas. Assim, o comportamento pode ser compreendido e projetado, a fim de identificar as novas tendências e receber informações úteis para futuros investimentos.

Experiência omnichannel

Não somente é importante se preocupar com a integração dos setores de uma empresa, como também a relação entre os canais é fundamental. A experiência omnichannel garante que o cliente veja o mesmo padrão de atendimento de uma empresa em todas as suas práticas.

Isso reforça a identidade de um negócio em frente a um mercado e garante a satisfação de um maior número de clientes. Com a automatização de processos, essa experiência é facilitada.

Como fazer a implementação na prática?

De acordo com Schwartz, o primeiro passo deve ser a transformação do modelo de monitoramento dos serviços, a fim de acompanhar os indicadores mais relevantes para o negócio, no que diz respeito aos clientes, processos internos e transações. Isso também facilita a tomada de decisão das equipes, elevando o desempenho e a produtividade do negócio.

Além disso, não pode faltar o planejamento, a gestão e a execução dos planos. Monitorar estrategicamente os resultados da implementação da plataforma de automação permite melhorias contínuas e uma série de vantagens para a empresa.

Como visto, toda a sociedade se transformou com a revolução digital. Logo, resta às empresas garantir a adaptação do seu plano de negócios, de forma estratégica, de modo a acompanhar essas tendências. Por esse motivo, os investimentos em uma plataforma de automação cognitiva é uma das principais iniciativas para cumprir esse objetivo e ter acesso a ótimos resultados.

Este post foi interessante para você? Entre em contato para saber mais sobre as soluções do NOC Cognitivo!

Compartilhe:
Veja mais sobre stefanini_scala automacao

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

testetetetete

testete

tatetadata

teste

tstete

aaaaaaaaaaaaaaaaa

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

Experience

Experience

testetetetete

Cyber Security

Cyber Security

testete

Machine Intelligence

Machine Intelligence

tatetadata

Enterprise Hosting

Enterprise Hosting

teste

Consulting

Consulting

tstete

IT Strategy

IT Strategy

aaaaaaaaaaaaaaaaa