Mundo metaverso: entenda como será esse ambiente e o que pode acelerar sua chegada

12 de Julho de 2022 por Stefanini

Nos últimos anos, a revolução digital produziu uma série de oportunidades e inovações. Com a miniaturização da tecnologia, o avanço da qualidade gráfica e o aumento da consistência e da qualidade de conexão, estamos cada vez mais adaptados para as próximas tecnologias de interação. Mas afinal de contas, como será o mundo quando todos estiverem no metaverso? 

Da forma como percebemos, essa é uma dúvida comum entre entusiastas e tecnologistas. Por isso, elaboramos este material para refletir sobre o tema. Além de responder à questão, queremos esclarecer quais as tendências que podem acelerar a popularização do metaverso, e como as empresas podem embarcar nessa tendência. Então, não perca tempo e acompanhe!

Como será o mundo quando todos estiverem no metaverso?

Primeiro, é importante falar sobre o metaverso. O primeiro uso da expressão aconteceu em 1982, quando Neil Stevenson cunhou a expressão para descrever uma dimensão virtual na qual as pessoas podiam interagir com seus avatares tridimensionais. Isso ocorreu em seu romance distópico, Snow Crash. 

Já nos últimos dez anos, muitas empresas estão realizando esforços substanciais para a popularização da tecnologia ao amplo público, utilizando como estratégias o entretenimento e a realidade virtual. A principal titã no segmento é a Meta, antigo Facebook, que inclusive, ganhou um novo nome após assumir seu compromisso com essa visão de futuro. 

Outro detalhe interessante é que o metaverso não será um ambiente limitado. Na realidade, é possível que existem milhares e até mesmo milhões de metaversos no mundo, da mesma forma que existem milhões de softwares, plataformas, jogos e demais soluções no mercado. Mas claro, as mais bem-sucedidas serão aquelas capazes de aglutinar o público em sua plataforma. 

É nesse sentido que a própria Meta se destaca como a líder de mercado, tanto por ser a maior fabricante de dispositivos de realidade virtual no mundo, quanto por controlar algumas das maiores plataformas de comunicação do planeta, tais como Instagram, WhatsApp e Facebook. 

A popularização da tecnologia

Ano após ano, milhões de dispositivos de realidade virtual são despachados ao mercado, oferecendo uma tecnologia cada vez mais robusta por um preço cada vez mais acessível. Simultânea e proporcionalmente, o número de usuários diários dessas tecnologias não para de aumentar, criando um público cada vez mais apto e favorável a essa solução. 

Mas, afinal de contas, como será o mundo quando todos estiverem no metaverso, ou pelo menos, a maior parte das pessoas? Bem, ele certamente será muito diferente. Em um futuro tão mergulhado na transformação digital, o metaverso não se manifestará apenas por meio da realidade virtual, mas principalmente por meio da realidade aumentada e híbrida. 

A mescla da realidade presencial com as camadas digitais poderão ampliar a funcionalidade, a eficiência e a produtividade de tudo à sua volta. Neste cenário, o trabalho será predominantemente digital e remoto. O comércio, mesmo que presencial, será fortemente virtualizado com a projeção de ofertas e notificações conforme a localização e interação com os ambientes. 

Até mesmo os veículos podem ser adaptados, com para-brisas capazes de projetar alertas de trânsito de acordo com a programação de mobilidade da smart city em questão. Naturalmente, essas tendências serão aplicadas primeiro em polos tecnológicos e econômicos. Mas como sempre, é apenas uma questão de tempo até a escala e ampla adoção. 

Quais tendências devem acelerar o metaverso?

Da forma como percebemos, existem quatro tendências que são capazes de acelerar a popularização dessa tecnologia: a evolução tecnológica, o efeito da pandemia recente, a globalização do trabalho e o avanço da criptoeconomia. Abaixo, explicamos cada um desses pontos em detalhes — acompanhe!

Evolução tecnológica

Para que o metaverso ganhe tração, é fundamental que a tecnologia continue avançando em ritmo veloz e constante. Isso inclui o aprimoramento da conectividade 5G, a miniaturização dos chips gráficos, a otimização das linguagens de programação, o desenvolvimento da criptoeconomia e a inovação consistente em soluções de realidade virtual, aumentada e híbrida. 

Efeito da pandemia recente

A pandemia do Covid-19 foi um evento histórico. Da noite para o dia, milhões de negócios precisaram investir em transformação digital para sobreviver no mercado. Hoje, as empresas estão mais competitivas e resilientes do que nunca, adeptas a tecnologia e a modelos de trabalhos focados em produtividade à distância, como o trabalho remoto e o híbrido. 

Globalização do trabalho

Como em um efeito cascata, modalidades como o trabalho remoto acabaram consolidando uma nova tendência, que é a globalização do trabalho. Agora, um profissional competente em sua área e que seja capaz de se expressar em um idioma mais global, como o inglês, é um ativo concorrido por empresas em todo o mundo, e não mais apenas em sua região local.

Avanço da criptoeconomia

A sede por descentralização é capaz de grandes transformações. Nos últimos anos, as criptomoedas e protocolos monetários alternativos vêm apontando possibilidades para um futuro financeiro ainda mais flexível, autônomo e independente das ações dos Estados. Não por coincidência, as criptos são um dos principais meios de pagamentos no mundo digital.

Como se preparar para essa nova tecnologia?

Da forma como percebemos, a melhor forma de se preparar para esse futuro é abraçando a inovação, a criatividade e a tecnologia. Não importa qual seja o seu setor, imobiliário, educacional, agro, clínico ou afins, é fato que o metaverso será capaz de criar várias soluções produtivas para elevar a eficiência, a qualidade e a precisão dos seus trabalhos. 

Outro detalhe importante é perceber que as soluções do metaverso serão inúmeras e personalizadas de acordo com cada segmento, da mesma forma que existem softwares para vários setores, aplicações e necessidades. Escolas poderão ter seus próprios metaversos de interação virtual para alavancar o aprendizado, a socialização e o estudo de seus alunos. 

Escritórios de arquitetura poderão contar com metaversos que permitirão a imersão em seus projetos tridimensionais, fazendo com que o pitch de vendas se torne ainda mais eficiente na conversão dos leads e na concretização de grandes investimentos. Clínicas poderão utilizar a tecnologia para explicar procedimentos aos pacientes de maneira ainda mais didática e intuitiva. 

Como você pôde ver, o metaverso traz consigo um mundo de novas oportunidades, da mesma forma que ocorreu com a popularização da internet no fim dos anos 1990. No fim das contas, uma boa forma de se preparar para esse futuro é contando com a orientação de especialistas na área. 

É por isso que convidamos você a conhecer mais sobre a Stefanini e os nossos Advisory Services. Conosco, você tem a orientação estratégica necessária para adaptar a sua empresa para esse futuro, seja pivotando o seu modelo de negócio ou adotando hoje as tecnologias do amanhã. Para isso, basta acessar nossa página e entrar em contato!

Compartilhe:
Veja mais sobre transformacao_digital

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

testetetetete

testete

tatetadata

teste

tstete

aaaaaaaaaaaaaaaaa

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

Experience

Experience

testetetetete

Cyber Security

Cyber Security

testete

Machine Intelligence

Machine Intelligence

tatetadata

Enterprise Hosting

Enterprise Hosting

teste

Consulting

Consulting

tstete

IT Strategy

IT Strategy

aaaaaaaaaaaaaaaaa