Entenda as diferenças entre a logística inbound e outbound

30 de Junho de 2021 por Stefanini

Toda empresa que atua na cadeia de suprimentos depende do casamento perfeito entre logística inbound e outbound. Sendo assim, é preciso zelar pela qualidade das operações, conforme as características típicas do cenário brasileiro.

De acordo com o painel Logística dos Transportes , do IBGE, 61,1% de todas as cargas transportadas em nosso país circulam pelas estradas. Por outro lado, é conhecida uma precariedade da malha rodoviária no Brasil, como aponta a 23ª Pesquisa de Rodovias da CNT - 59% das rodovias apresentam problemas.

Atuar em um cenário como esse pede uma postura atenta e muito conhecimento sobre os meandros da logística para tomar as melhores decisões. Você pode começar lendo este conteúdo, em que vamos percorrer as diferenças entre as duas vertentes principais desse segmento tão importante. Boa leitura!

O que é logística inbound?

Processos logísticos acontecem em duas etapas principais. A primeira delas é a que conecta fornecedores, parceiros de negócios e empresas. Essa é a logística de entrada, ou seja, a que está circunscrita às pessoas jurídicas que compõem uma cadeia produtiva imensa que abastece o terceiro setor e o comércio.

Um exemplo disso é quando uma fábrica de automóveis é abastecida com peças e insumos para, com isso, poder produzir carros. Isso significa que todo o ciclo de transporte e armazenamento que acontece no âmbito dos jogadores do mercado pode ser enquadrado nesse segmento da logística.

O que é logística outbound?

A logística outbound é aquela que liga como empresas fornecedoras de bens de consumo ao cliente final. Nesse caso, entram em cena os serviços de delivery, no qual o chamado Last-Mile é a etapa mais decisiva.

É nela que deságua toda a cadeia de suprimentos mobilizada desde o fonte de matérias-primas, passando pela produção em larga escala aos centros de distribuição. Dessa forma, trata-se de uma etapa da cadeia de suprimentos tão importante quanto a que conecta empresas e seus fornecedores.

Isso porque a razão de ser de toda essa rede de operações é justamente o consumidor final - o ponto para o qual convergem todas as atividades logísticas rápidas.

Como os processos de logística inbound e outbound influenciam nas operações da empresa?

Sendo assim, o papel fundamental da logística é apoiar as empresas em suas rotinas, sejam elas ligadas ao setor industrial, sejam de serviços ou comércio. Para que essa missão seja cumprida, todo negócio que depende da articulação de modais de transporte, armazéns e depósitos precisa conhecer os impactos da logística, tanto em sua vertente inbound quanto na outbound.

Afinal, como diz o guru da gestão William Deming, “não se gerencia o que não se mede, o que não se mede não se define, o que não se define não se entende e não há sucesso no que não se pode gerenciar”. Veja, então, como entender o papel da logística a partir de quatro de seus atos principais!

Mantêm o giro de estoque

Empresas que trabalham com uma cadeia de suprimentos dependentes do equilíbrio em seus estoques para vender mais e melhor. Nesse sentido, um armazém abarrotado é sinônimo de prejuízo, já que sinaliza as vendas abaixo do ideal.

Para empresas que trabalham com perecíveis, trata-se de uma séria ameaça à lucratividade em função da quebra de estoque. Por outro lado, estoques vazios são um perigo por causa da iminência do desabastecimento em gôndolas e prateleiras que representam.

Portanto, uma logística bem coordenada garante que uma empresa tenha sempre um estoque em condições de prover como vendas, manter seus inventários em ideais.

Diminuem o tempo de entrega

Seja para lojas físicas, seja para que atuam no varejo digital , processos logísticos garantem entregas mais ágeis e respeito aos prazos estipulados junto ao cliente final. O mesmo vale para uma cadeia de saída - a circulação de bens e insumos entre empresas também demanda pontualidade.

A logística inbound bem operada, por sua vez, é uma forma de manter o relacionamento com o cliente sempre em alta. É por meio dos seus processos que uma empresa pode otimizar o uso do tempo, podendo fazer mais entregas em períodos menores.

Ademais, com a ascensão do exigente cliente omnichannel, todo detalhe conta para aproximá-lo de uma marca, principalmente o cumprimento dos prazos de entrega.

Reduzem custos com frotas

Tendo em vista os desafios de se operar na deficiência da malha rodoviária brasileira, toda medida que reduza as despesas com manutenção veicular é bem-vinda. Estruturar operações de saída e entrada na logística pode ajudar a prevenir perdas, tanto pela seleção das melhores rotas como pela antecipação de riscos.

Não é apenas o mau estado de conservação das estradas que afeta a qualidade nas operações. Intempéries, custo dos pedágios e a criminalidade também pesam. Por isso, deve entrar na conta para que a empresa tenha sucesso em suas atividades.

Sobre esse aspecto, o custo com frotas pode ser reduzido por meio da cotação de apólices de seguro mais em conta, desde que a empresa seja capaz de avaliar os riscos últimos corretamente.

Melhoram uma performance operacional

Um exemplo dos processos industriais e da evolução do comércio eletrônico, a logística também desenvolvida uma forte ligação com a transformação digital. Isso significa que, hoje, é fundamental investir em automatização de processos para ter sucesso ao trabalhar com uma cadeia de suprimentos.

A automação da empresa pode se fazer presente desde a gestão de frotas até o controle dos métodos de estocagem e armazenamento. Sendo assim, os negócios mais amadurecidos digitalmente terão vantagens competitivas sobre aqueles que ainda resistem em abdicar do trabalho manual. Por outro lado, quando uma modernização se faz necessária, é fundamental contar com o suporte de pessoas e empresas que podem guiar nesse processo.

Então, como garantir que a logística otimize os processos e aumente a eficiência do negócio? Para que a cadeia de suprimentos execute a favor de uma empresa, é indispensável que ela esteja cercada de parceiros capazes de alavancar suas operações.

O BPO , nesse aspecto, é sem dúvida a melhor forma de avançar, já que ele permite estruturar a logística de entrada e saída de maneira escalável. Sua empresa terceiriza atividades que não fazem parte do seu core business e, com isso, pode concentrar esforços em fazer o que sabe de melhor.

Interessante, não é? Para receber mais conteúdos como este, que fazem a diferença nos negócios, assine nossa newsletter e não perca nenhuma das atualizações do blog da Stefanini!

Compartilhe:
Veja mais sobre inbound outbound logistica

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

testetetetete

testete

tatetadata

teste

tstete

aaaaaaaaaaaaaaaaa

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

Experience

Experience

testetetetete

Cyber Security

Cyber Security

testete

Machine Intelligence

Machine Intelligence

tatetadata

Enterprise Hosting

Enterprise Hosting

teste

Consulting

Consulting

tstete

IT Strategy

IT Strategy

aaaaaaaaaaaaaaaaa

Veja também

case

Cocriando soluções para um futuro melhor

case

Sophie - Assistente Virtual Inteligente