Como criar uma cultura de inovação nas empresas?

29 de Abril de 2019 por Stefanini

A inovação é essencial para o crescimento de qualquer negócio. Mas essa é uma maneira muito genérica de descrever como funciona a implementação da inovação nas empresas.

Para que a inovação seja uma fábrica de ideias, você precisa mudar toda a cultura da organização e a forma como os processos são realizados. E isso deve ser feito aos poucos, sem grandes transtornos às pessoas, porque não é tão simples.

Daremos algumas dicas para que você realize essa mudança com sucesso ― e sem traumas!

A cultura da inovação

A cultura corporativa é constituída por valores, normas e atitudes (descritas ou não) de uma organização. Isso influencia o modo como os funcionários pensam e agem.

Ao falarmos de cultura de inovação, devemos pensar em uma estrutura de atividades de inovação, moldadas dentro da cultura corporativa.

Não adianta ter um departamento de inovação, com uma equipe perfeita e criativa, sem que os demais funcionários também estejam engajados e cientes de que são parte desse processo.

Promover a mudança de forma positiva é um fator de sucesso para os colaboradores e, consequentemente, para a sua organização. Vamos agora para as principais dicas de como realizar uma alteração tão importante. Está pronto?

Ofereça um ambiente confortável

A inovação acontece quando as pessoas sentem que suas ideias são valorizadas. Faça com que seja fantástico fazer um brainstorming, oferecer sugestões completamente malucas e não ter medo de críticas ou de erros.

Sem medo de um suposto fracasso, seus funcionários estarão livres para criar algo simples ou novo, radical ou de fato disruptivo. Algo que seja inusitado, inovador, traga resultados de forma simples e, normalmente, barata.

O primeiro passo é criar um bom clima em todos os departamentos. Qualquer ideia deve ser celebrada — mesmo que não pareça tão boa. Ao conseguir implementar essa cultura, a empresa inteira terá atitudes positivas e inovadoras, rumo à melhoria contínua.

Qualifique seus colaboradores

Às vezes, o desafio não é ter pessoas ou ideias inovadoras, mas sim identificá-las. Muitas das melhores inovações se infiltram da base para o topo das organizações. Esta é a necessidade da cultura de compartilhamento de conhecimento: reconhecer um gênio que está no lugar errado.

Outra questão importante é investir na equipe, disponibilizar ferramentas, tecnologia e tempo para colaborar e inovar. Algumas empresas promovem 20% do dia para que o funcionário elabore ideias ou faça cursos voltados para a sua área ou para a qualificação de inovação.

Isso vale também para os gestores, que devem:

  • utilizar ferramentas de inovação;
  • criar oportunidades frequentemente;
  • evitar julgamentos prematuros ao avaliar novas opções;
  • demonstrar apetite por ideias não convencionais;
  • reconhecer profissionais inovadores e celebrar as "falhas inteligentes";
  • conceder tempo e dinheiro para que sua equipe pense em inovação;
  • incentivar a criatividade.

Promova a boa comunicação interna

Organizar sua empresa em torno de uma excelente comunicação interna e colaborativa faz maravilhas. Para envolver sua equipe, é fundamental criar uma estrutura na qual todos os funcionários sentem que sua voz é valorizada.

Abra linhas de comunicação entre os colaboradores e a alta gerência. Você pode, por exemplo:

  • otimizar os canais de comunicação: deixá-los mais rápidos e/ou criar diversas formas de conversas;
  • organizar sessões de brainstorming ― mas que sejam efetivas, e que as ideias não fiquem no vácuo! A pessoa com a melhor proposta ganha um prêmio, por exemplo;
  • promova eventos, como um "dia da inovação" ou um "café com o diretor";
  • crie uma "caixa digital de ideias", onde os funcionários podem enviar as sugestões e compartilhá-las com todos. De início não é preciso ter uma alta tecnologia para isso: basta um arquivo no Word ou no Google Drive.

Todas as ideias cocriadas e compartilhadas precisam ser analisadas pelos gestores. Mesmo que sejam absurdas, devem ser consideradas e inclusive debatidas. O ideal é fazer com que todos cheguem à conclusão de que não é uma sugestão viável, de forma respeitosa.

Tenha em mente que a positividade e a aceitação são primordiais para a colaboração.

Invista em tecnologia para a inovação nas empresas

Os funcionários precisam ter acesso às mais recentes tecnologias e conhecimentos relacionados. Sabemos que isso sempre custa caro, mas é um investimento com ROI garantido.

Em muitos casos, espaços de escritório especialmente configurados e equipados também podem ajudar nesse sentido. Considere a criação de uma "fábrica", com programadores especialistas para expor tecnologia e prototipar as ideias dos colaboradores.

No entanto, é preciso olhar além da tecnologia. As empresas que buscam essa mudança de cultura devem saber identificar o momento em que a tecnologia é ou não necessária.

Muitas vezes, basta uma alteração inteligente no modelo de negócio. Ou, por exemplo, melhorar o script da sua equipe de atendimento quando o cliente ligar pedindo suporte sobre o produto ou serviço oferecido.

A tecnologia também deve ser a ferramenta de conexão para ajudar nas ideias que promovem novos processos internos, modelos de negócios ou produtos suportados por ela.

É importante lembrar que o seu cliente está muito mais exigente, querendo experiências diferentes. O mercado também realiza transformações diárias. Com isso, é necessário saber quando mudar a estratégia, com base nas informações e métricas coletadas.

Mensure o progresso

Agora que a cultura da inovação foi construída, como acompanhar e saber se está no caminho certo? A tarefa não é fácil de mensurar, por ter diversos fatores subjetivos. Mas podemos medir:

  • quantas ideias foram criadas;
  • qual foi a qualidade dessas sugestões;
  • quantas propostas foram implementadas;
  • quantas resultaram em reiteração de processos;
  • qual foi o resultado.

A inovação nasce da criatividade e da confiança. As pessoas precisam se sentir seguras para falhar. Para isso acontecer, toda a liderança deve estar engajada e inspirada, mantendo a humanidade no centro do trabalho.

É crucial que os líderes também estejam qualificados para dar feedbacks de uma forma clara e tranquila, mesmo que sejam negativos.

Vimos então que é necessário construir um ambiente positivo com excelente comunicação entre as equipes, promover treinamentos aos funcionários e investir em tecnologia, sem perder o foco nos processos.

Após essas dicas, inspire-se para remodelar as estratégias e construir naturalmente a cultura da inovação na sua empresa. Curta a nossa página no Facebook para ficar sempre por dentro das ideias criativas!

Compartilhe:
Veja mais sobre digital_transformation

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas