Cibersegurança: saiba como tornar o seu e-commerce seguro e confiável

05 de Novembro de 2021 por Stefanini

Em meio ao processo acelerado de migração para o comércio eletrônico, muitas empresas têm revisitado suas operações online a fim de garantir uma melhor experiência ao cliente e, dessa forma, ter destaque no mercado. Isso, no entanto, passa pela garantia de um e-commerce seguro e confiável.

Afinal, além de ser de responsabilidade do negócio, a segurança nas vendas online é tema de interesse do público consumidor. Isso porque, diante de um contexto de grande interação virtual, há um aumento da preocupação com a confiabilidade dos processos envolvidos.

Pensando nisso, e tendo em vista a importância da consideração desse debate pelos varejistas, elencamos alguns esclarecimentos sobre o tema. Não deixe de conferir o conteúdo e garantir a segurança do seu e-commerce!

O que é um e-commerce seguro?

O ambiente virtual, como se sabe, é um universo que envolve uma infinidade de questões técnicas, que a maioria das pessoas desconhece. Nesse sentido, o controle sobre as informações fornecidas e a privacidade são elementos difíceis de entender para o cliente. Assim, ele transfere essa responsabilidade para as empresas.

Um e-commerce seguro é aquele no qual o gestor, tendo em vista a presença online de seu estabelecimento, administra todos os riscos que envolvem o ambiente virtual a fim de evitar qualquer fraude ou uso inadequado dos dados.

Como exemplo, caberia citar o rastreamento e bloqueio de ameaças externas que podem comprometer o sigilo das informações pessoais do cliente. Outra situação é a segurança das transações bancárias na aquisição de produtos e o adequado processamento dos valores pagos.

Quais são as vantagens de ter um e-commerce seguro?

O gerenciamento dos riscos envolvidos no ambiente virtual não só evita fraudes, ameaças externas e o uso indevido de dados, como também oferece diversas vantagens às empresas. Confira algumas delas!

Confiança dos clientes

No que se refere à aquisição de bens e serviços via Internet, a confiança do cliente faz toda a diferença na decisão final. Assim, o investimento em um e-commerce seguro é fundamental para impulsionar as vendas e fidelizar o público. No sentido contrário, a desconfiança do consumidor a respeito dos procedimentos de segurança adotados implica uma redução da taxa de conversão.

Aumento de faturamento

Tendo em vista a interferência direta nas taxas de conversão, nas vendas e na fidelização do público, pode-se esperar o aumento das receitas a partir da segurança do e-commerce. Isso, por sua vez, eleva a capacidade de investimento do comércio eletrônico e permite a sua expansão.

Conformidade legal

Por último, entre as vantagens de um e-commerce seguro, vale a pena destacar a menor exposição de clientes a riscos de diversas naturezas, o que vai ao encontro das disposições da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) e evita a perda da credibilidade perante o público-alvo.

Quais são os riscos de não ter um e-commerce seguro?

Conforme a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, em seu artigo 46, é dever dos agentes de tratamento de dados incorporar todas as medidas necessárias, sejam elas técnicas ou administrativas, para garantir a proteção das informações. Em outras palavras, o estabelecimento deve adotar procedimentos a fim de prevenir acessos não autorizados, o uso indevido de dados, alterações e qualquer outra forma de tratamento inadequado.

Caso não o faça, a violação de princípios relacionados à privacidade e intimidade do consumidor pode dar causa à responsabilização em razão da digitalização para varejistas. Ainda, conforme o artigo 42, o dano causado pelo controlador ou operador obriga à reparação patrimonial ou moral na forma da lei. Ou seja, além de problemas relacionados às vendas, o gestor pode ser penalizado pela falta de um e-commerce seguro.

Como garantir que o e-commerce seja seguro e confiável?

Agora que você sabe da importância de ter um e-commerce seguro, deve estar se perguntando o que fazer na prática para torná-lo eficaz e confiável aos olhos do público. Nesse sentido, algumas práticas podem auxiliar. Confira algumas delas!

Acompanhe o desenvolvimento tecnológico

É verdade que, por maior que seja a preocupação em relação à segurança, não há como garantir 100% a inviolabilidade do sistema adotado para a loja virtual. Nesse sentido, atualizações e revisões serão sempre necessárias, de modo que se torna fundamental ter atenção aos avanços que vão surgindo para garantir cada vez mais segurança ao público. Como exemplo, poderíamos destacar a performance em Cloud.

Conte com profissionais capacitados

Outra dica prática importante é buscar o suporte especializado em TI para garantir a proteção do site contra qualquer ameaça interna ou externa. Do mesmo modo, é importante treinar profissionais que eventualmente lidem com o sistema, de modo a orientar sobre aspectos técnicos que possam interferir no gerenciamento da plataforma com a máxima segurança.

Peça apenas as informações necessárias

No que se refere à confiabilidade, também é fundamental evitar solicitações desnecessárias ao cliente, como a inserção de dados sensíveis ou que não estejam diretamente relacionados à aquisição do bem ou serviço. Além do risco de violar a legislação vigente, isso pode gerar ressalvas por parte do consumidor e interferir em sua decisão de compra.

Informe os canais de atendimento

Para tornar o e-commerce seguro e confiável para o cliente, também é importante estar à disposição para eventuais dúvidas, esclarecimentos e notificações em caso necessidade. Sendo assim, é fundamental informá-lo sobre a possibilidade do atendimento por várias vias. Sem dúvidas, isso vai atribuir credibilidade à jornada do consumidor e permitir a resolução ágil em hipótese de problemas com o sistema.

Como visto, tornar o e-commerce seguro e confiável interfere positivamente na decisão de compra pelo cliente. Por meio dessa prática, portanto, o negócio pode elevar os indicadores de desempenho e ganhar um espaço de destaque no mercado.

Além de projetar as vendas, o investimento em segurança permite melhorar a experiência de compra do cliente. Afinal, a credibilidade transmitida pela marca torna mais tranquila a navegação pelo site aos olhos do consumidor que, por sua vez, pode usufruir de todos os diferenciais oferecidos pelo empreendimento.

Gostou do artigo? Então não deixe de assinar a newsletter da Stefanini para ficar por dentro de mais conteúdos!

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas