Saiba quais são os exemplos de aplicação da Indústria 4.0

16 de Junho de 2019 por Stefanini

Os avanços tecnológicos e as transformações viabilizadas por eles causam impactos em inúmeros setores do mercado. Muitos desses recursos deixaram de ser diferenciais competitivos e se tornaram verdadeiros requisitos para operar em conformidade com as demandas atuais.

Como esse é um tema de extrema relevância para as empresas, preparamos este texto. Durante a leitura, você conhecerá alguns dos exemplos de aplicação da Indústria 4.0, além de entender no que consiste esse conceito e quais são as vantagens de utilizá-lo em seu negócio. Acompanhe até o fim para saber mais!

O que é e como funciona a Indústria 4.0?

A Indústria 4.0, também chamada de Quarta Revolução Industrial, se configura como um novo momento da produção industrial, bem como dos serviços e do comércio de modo geral.

Cabe ressaltar que o termo não se refere a uma tecnologia específica, e tem uma abrangência que vai além de um novo recurso ou prática. O destaque surgiu a partir de 2011, por conta da feira industrial de Hannover, na Alemanha — um dos eventos mais importantes da área.

Pode-se dizer que ela funciona como uma estrutura que corresponde às várias mudanças promovidas recentemente no contexto industrial. São modificações capazes de fazer diferenças determinantes no modo de operação adotado por várias organizações.

Em poucas palavras, ela tem características que estão associadas à descentralização, à Inteligência Artificial e ao uso da tecnologia visando ao aumento de produtividade.

Seus principais objetivos são:

  • revolucionar os negócios por meio de recursos tecnológicos;
  • preparar fábricas autogerenciáveis;
  • fornecer e receber informações em tempo real;
  • aprimorar o fluxo de trabalho;
  • aumentar a eficiência da cadeia de operações;
  • simular e monitorar processos;
  • aplicar a interoperabilidade;
  • adaptar-se a recursos mutáveis;
  • customizar a produção de acordo com as necessidades;
  • ter flexibilidade para se adequar às situações;
  • expandir módulos individuais de produção;
  • alinhar diferentes departamentos.

Quais são os exemplos de aplicação da Indústria 4.0?

O conceito e os princípios da Indústria 4.0 podem ser empregados de várias maneiras. Confira, a seguir, alguns exemplos de aplicação que conquistam cada vez mais espaço no mercado.

Internet das Coisas e manutenção preditiva

Internet das Coisas pode ser tratada como um dos pilares da revolução industrial pela qual passamos. De modo simplificado, ela é a conexão de objetos físicos entre si e com os usuários.

Não à toa, uma indústria líder na produção de robôs tem usado esse tipo de conectividade para realizar serviços de manutenção preditiva em seus produtos. Por consequência, o tempo de manutenção é significativamente reduzido, aumentando a efetividade do processo.

Lojas inteligentes

Você já se imaginou fazendo uma compra rápida sem precisar se deslocar pela loja para saber o que está disponível ou não? Há alguns anos, o varejo deu início à criação de robôs autônomos, que conseguem encontrar os produtos pedidos pelo cliente.

Como se não bastasse, há modelos capazes de conversar com os consumidores em inglês e espanhol, além de rastrear o estoque em tempo real e ajudar a identificar padrões de compra. Com isso, o atendimento e o planejamento de ações estratégicas nos pontos de compra são otimizados.

Realidade Aumentada e treinamento

Apresentar novas operações aos colaboradores de uma indústria exige treinamento. Para essa finalidade, uma companhia uruguaia de automação desenvolveu um software que pode qualificar os funcionários por meio da Realidade Aumentada.

Desse modo, quando precisam aprender novas práticas, os operadores de máquinas contam com um auxílio relevante para visualizar as etapas e aplicá-las em suas rotinas.

Segurança

As evoluções no campo da segurança da informação estão ligadas à Indústria 4.0. Isso porque algumas complicações — como falhas de transmissão na comunicação entre máquinas ou “travadas” do sistema — podem causar problemas.

Embora seja um ganho sob a perspectiva geral, o excesso de conectividade cria a necessidade de proteger dados críticos das empresas, que não podem ficar expostos. A segurança do trabalho é modificada, já que não se ocupa apenas das pessoas, mas também das máquinas e da robustez dos sistemas usados para controlá-las.

Impressora 3D

As possibilidades originadas pelo uso de impressoras 3D também devem ser ressaltadas, uma vez que permitem imprimir peças de diferentes tamanhos e funcionalidades. A flexibilidade e a capacidade de adaptação, dois dos pilares da nova indústria, estão presentes nesse equipamento.

Carros, casas, brinquedos e outros objetos podem ser gerados por esse tipo de impressora. Aos poucos, muitos mercados serão impactados e conquistarão novas oportunidades de negócio.

Quais são as vantagens trazidas pela Indústria 4.0?

A principal vantagem que a recente revolução industrial pode trazer é a possibilidade de reduzir os custos e aumentar a produtividade. No entanto, só há como atingir esses benefícios se os gestores responsáveis tiverem uma visão estratégica sobre o investimento na modernização dos modelos produtivos e de negócio.

Além disso, ela favorece a valorização de questões estratégicas em detrimento de preocupações meramente operacionais. A flexibilização da produção também contribui para que as empresas se ajustem ao aparecimento de demandas que não foram previstas.

Os novos comportamentos de consumo, que priorizam as preferências e as experiências do consumidor, são mais bem contemplados por essas tendências. A personalização prévia do produto, por exemplo, é uma etapa adicional para a manufatura, mas as fábricas adaptadas poderão aplicar as customizações sem tantas dificuldades.

Como o investimento nessas mudanças pode ser um diferencial?

Desenvolver uma cultura organizacional pautada pela inovação é um dos caminhos para que as tendências da Indústria 4.0 se confirmem como um verdadeiro diferencial de sua empresa.

No entanto, o ideal é que esses aportes ocorram a partir de um planejamento detalhado. O suporte de uma equipe especializada também é bem-vindo para identificar carências, propor implementações e conduzir o processo de transformação.

Sendo assim, o investimento nessas mudanças e pilares se transformará em diferenciais competitivos perante o mercado, fazendo com que seus clientes vejam em seu negócio uma proposta de valor agregado, que pode solucionar problemas e conduzir a novos ganhos.

Independentemente da forma de aplicação da Indústria 4.0 escolhida, não se esqueça de fazer todas as análises necessárias antes de implementá-la.

Se você gostou do texto, aproveite para entender como a diversidade de ideias ajuda a transformar empresas!

Compartilhe:
Veja mais sobre industria_4_0

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas