Quais os impactos da transformação digital nas empresas de grande porte?

09 de Janeiro de 2020 por Stefanini

A vida de boa parte da população brasileira tem mudado consideravelmente nos últimos anos.  Quem se lembra de quando era preciso ir ao banco para fazer transferências entre contas? Ou então, quando os telefones celulares eram enormes e só serviam para fazer ligações? Se nas nossas vidas, as mudanças são constantes e significativas, consegue imaginar como é vivida essa mesma transformação digital nas empresas?

Não é só a população que nasceu antes da internet que precisou se adaptar à ela, as empresas também viveram essa revolução. Se adaptar aos novos modelos de gestão, às novas tecnologias e aos papéis desempenhados pelos profissionais da área de tech não é exatamente uma tarefa simples.  Acompanhe o nosso conteúdo e entenda um pouco mais sobre como a transformação digital nas empresas ocorreu e ainda ocorre. 

A transformação digital nas empresas e os novos modelos de gerir projetos

Você já ouviu falar de metodologias ágeis? Ou, então, já ouviu falar sobre squad? O primeiro nome faz referências às metodologias de gestão de projetos que avaliam o que já foi produzido de maneira fragmentada. As metodologias ágeis possuem avaliações e pesquisas constantes, o que permite que erros sejam identificados prematuramente e resolvidos de maneira mais fácil.

É claro que as metodologias ágeis podem ser explicadas de maneira muito mais elaborada, porém, podemos resumir como uma maneira mais rápida e eficaz de desenvolver um produto, que evita prejuízos. A sua origem está diretamente ligada à transformação digital nas empresas, uma vez que essas metodologias nasceram no desenvolvimento de softwares e hoje migraram para as mais diferentes áreas. 

Paralelo a isso, o Squad é um dos tipos de equipes que surgiram com as metodologias ágeis. Nele, pessoas de diferentes áreas trabalham lado a lado no desenvolvimento de um produto ou serviço. O fato de cada área estar representada por um membro do Squad, faz com que ele se torne muito mais dinâmico, uma vez que toda a burocracia necessária para a interação entre áreas diferentes, como ocorre nas equipes tradicionais, fica completamente de fora. 

Além disso, a hierarquia presente em equipes tradicionais dá espaço para um time muito mais horizontal e cheio de autonomia. Apesar de um squad sempre contar com um líder, as relações entre os membros é muito mais livre e direta, o que também contribui para o seu dinamismo. 

O novo profissional de tecnologia

Atualmente, em empresas contemporâneas que ocupam um papel de destaque nos segmentos em que atuam, é cada vez mais raro encontrar uma área que seja independente de tecnologia. Negócios, Marketing, Financeiro, Administrativo... Todas elas, de alguma maneira, dependem de soluções que vem da tecnologia. Mais do que isso, é impossível pensar em atendimento ao cliente, sem pensar em tecnologia.

Com essa forte ligação com outras áreas, o perfil do profissional de tecnologia também precisou mudar. É muito comum que seja necessário que um profissional de tech mantenha contato constante com seus clientes. Além disso, também é comum que eles assumam a postura de executivos, já que a viabilidade de novos produtos e serviços muitas vezes precisam ser validadas pela sua área.

Essas novas atribuições geraram uma forte demanda por novas habilidades, as chamadas Soft Skills. Elas fazem referência a características que não são técnicas, podem ser desenvolvidas por todos e são fundamentais para o bom relacionamento entre colegas. Ótimos exemplos são: autogestão, empatia, protagonismo, inteligência emocional e comunicação clara. 

Como a transformação digital nas empresas resultou na tomada de decisões baseadas em dados

A tecnologia trouxe um dos maiores trunfos das empresas atualmente: a possibilidade de acumular e interpretar dados. Da avaliação da produtividade de um time à pesquisa pela viabilidade de um novo produto, tudo passa pela tecnologia. A chamada tomada de decisões baseadas em dados faz cair consideravelmente as chances de fracasso de uma estratégia, pois usa informações de diferentes fontes para construí-la. É possível afirmar, com isso, que a tecnologia possibilitou que empresas conheçam muito mais o seu público, seus concorrentes e, principalmente, o seu potencial de produção. 

A Transformação digital já está chegando ao fim?

A transformação digital nas empresas está muito longe de chegar ao fim. É possível afirmar, inclusive, que ela nunca terminará. Técnicas e produtos continuarão a evoluir e isso faz com que duas características sejam fundamentais para os profissionais de tecnologia que querem se dar bem: capacidade de adaptação e capacidade de aprender novas habilidades. Por isso, invista na aquisição de novos conhecimentos, esse pode ser o diferencial que te levará até seus objetivos.

Compartilhe:
Veja mais sobre

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas

Veja também

case

Cocriando soluções para um futuro melhor

case

Sophie - Assistente Virtual Inteligente