Internet das Coisas (IoT): tudo que você precisa saber

09 de Fevereiro de 2021 por Stefanini

Acender uma lâmpada com o auxílio do seu smartphone. Fechaduras controladas digitalmente. Trocar a temperatura do ar-condicionado a distância por um aplicativo apenas conectado à internet. Esses são apenas alguns exemplos do que a Internet das Coisas (IoT) pode fazer para trazer mais conectividade no nosso dia a dia.

O conceito de IoT é simples, mas mostra, cada vez mais, as mudanças que as revoluções tecnológicas têm ocasionado nos últimos anos. Hoje, tudo está cada vez mais conectado. E vemos a tecnologia avançar a todo momento. Ele está presente desde elementos como smart TVs até uma infinidade de produtos como um aspirador robô.

Esse cenário de conexão em tudo pode ser visto desde os anos 1960. No desenho "Os Jetsons", uma família vive no futuro e, através de comandos de voz e com o toque de alguns botões, controlam uma casa automatizada. Na época em que o desenho foi ao ar, relógios inteligentes, chamadas de vídeo e outros aparelhos já apareciam nos episódios, mas não faziam parte da nossa realidade.

 

O que é a Internet das Coisas?

O autor e futurista Jacob Morgan diz, em um artigo escrito para o site da Forbes, que IoT é “o conceito de conectar qualquer dispositivo com um botão liga e desliga à internet (e/ou entre si)”. Ele explica que isso inclui “celulares, cafeteiras, máquinas de lavar, fones de ouvido, lâmpadas e quase tudo que você possa imaginar.

Morgan defende que há vários fatores para a IoT estar cada vez mais presente, como o acesso estar mais disponível. Aqui no Brasil, 134 milhões de pessoas acessam a internet, o que representa três em cada quatro brasileiros, segundo a pesquisa TIC Domicílios 2019, divulgada em maio de 2020. 

Se formos falar dos dispositivos eletrônicos, o smartphone e outros aparelhos móveis são usados por 99% dos usuários do Brasil. Além deles, para se conectar, as pessoas ainda utilizam o computador, as televisões e os videogames. No caso das TVs, houve um crescimento de 7% de 2018 para o ano seguinte. 

Quando falamos especificamente de IoT, é interessante mostrar um estudo feito pela Statista Research Department. Os dados indicam que, em 2025, o número de dispositivos conectados à internet deve chegar a 75,44 bilhões, o que representa um crescimento de 39,62 bilhões em relação ao esperado para 2021, que é de 35,82 bilhões. 

Tudo o que pode ser conectado, será conectado”, diz Morgan, ainda em seu artigo. E isso vale para desde gadgets, wearables e até infraestruturas maiores e com mais complexidade. 

 

Como surgiu o conceito?

O responsável é Kevin Ashton, pesquisador do Massachusetts Institute of Technology (MIT), Em entrevista à revista Inovação em Pauta, o britânico diz que o termo surgiu quando ele, em 1999, falava "da ideia de se etiquetar eletronicamente os produtos da empresa, para facilitar a logística da cadeia de produção, através de identificadores de rádio frequência"

Anos depois, ele pontua que Internet das Coisas “se baseia na ideia de que estamos presenciando o momento em que duas redes distintas – a rede de comunicações humana (exemplificada na internet) e o mundo real das coisas – precisam se encontrar. “

Os objetos – as ‘coisas’ – estarão conectados entre si e em rede, de modo inteligente, e passarão a ‘sentir’ o mundo ao redor e a interagir”, ressalta Ashton.

São vários motivos que indicam o por quê é importante apostar na IoT. De acordo com Morgan, “a realidade é que a IoT permite oportunidades e conexões virtualmente infinitas”. Com ela, as possibilidades são enormes e, cada vez mais, ela está presente no nosso dia a dia para apresentar soluções inovadoras e que realmente fazem a diferença na vida das pessoas.

Aproveite e leia nosso artigo sobre as soft skills que o mercado vai valorizar no futuro. Também faça parte da nossa base de talentos.

Compartilhe:
Veja mais sobre

Vamos cocriar, solicite uma proposta dos nossos especialistas

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

O COVID-19 deixou claro que precisamos nos adaptar rapidamente à nossa nova realidade e com agilidade.

Saiba mais

Na era do COVID-19, a resiliência das empresas está sendo testada de maneiras nunca antes encontradas.

Saiba mais

Embora a resposta de cada setor ao COVID-19 tenha sido diferente, universalmente, os setores estão reformulando a maneira como fazem negócios por meio da interrupção digital.

Saiba mais

O impacto do COVID-19 criou uma situação em que a necessidade do local de trabalho digital é crucial, pois grande parte da força de trabalho está sendo acelerada para atuar como nômades digitais funcionais.

Saiba mais

O COVID-19 criou condições nunca antes vistas, introduzindo cenários em constante mudança.

Saiba mais

Compreender os riscos de ter aplicativos, páginas da Web ou servidores vulneráveis ​​é muito importante para sua estratégia de gerenciamento de riscos

Saiba mais

Veja outros serviços capazes de complementar esta solução

Necessidades Digitais

Necessidades Digitais

O COVID-19 deixou claro que precisamos nos adaptar rapidamente à nossa nova realidade e com agilidade.

Saiba mais
Construindo Negócios Resilientes

Construindo Negócios Resilientes

Na era do COVID-19, a resiliência das empresas está sendo testada de maneiras nunca antes encontradas.

Saiba mais
Reformatando Indústrias

Reformatando Indústrias

Embora a resposta de cada setor ao COVID-19 tenha sido diferente, universalmente, os setores estão reformulando a maneira como fazem negócios por meio da interrupção digital.

Saiba mais
Cloud Now

Cloud Now

O impacto do COVID-19 criou uma situação em que a necessidade do local de trabalho digital é crucial, pois grande parte da força de trabalho está sendo acelerada para atuar como nômades digitais funcionais.

Saiba mais
Hyper Automation

Hyper Automation

O COVID-19 criou condições nunca antes vistas, introduzindo cenários em constante mudança.

Saiba mais
Cyber Security Plug & Play

Cyber Security Plug & Play

Compreender os riscos de ter aplicativos, páginas da Web ou servidores vulneráveis ​​é muito importante para sua estratégia de gerenciamento de riscos

Saiba mais